Motorola investe R$ 25 milhões para criar IA no Brasil

Motorola desenvolve tecnologias de inteligência artificial no Brasil com ajuda de institutos e universidades públicas nacionais, como UFAM, UFAC, Unicamp e UFPE

14 jun 2024 - 21h39
(atualizado em 15/6/2024 às 01h03)

A Motorola investiu R$ 25 milhões na Universidade Federal do Amazonas (UFAM) para ampliar os estudos em computação. A universidade, assim como outros institutos de pesquisa, ajudam a criar diversos recursos de Inteligência Artificial (IA) para os celulares da marca. A Motorola considera o Brasil um dos maiores polos para o desenvolvimento de ferramentas de inteligência artificial no mundo. 

Foto: Ivo Meneghel Jr/Canaltech / Canaltech

De acordo com a fabricante, "toda a parte de detecção de malware, reconhecimento de padrões, qualidade de imagem HDR com técnicas de IA, processamento de imagens, segurança do sistema Android, e o hub de inteligência artificial é feita aqui no Brasil".

Publicidade

Além da UFAM, a Motorola conta com parcerias com o instituto de pesquisas Eldorado e com mais três universidades do Brasil, incluindo:

  • Universidade Federal do Acre (UFAC);
  • Universidade Estadual de Campinas (Unicamp);
  • Universidade Federal do Pernambuco (UFPE).

As cinco instituições atuam no desenvolvimento das principais ferramentas de IA presentes nos celulares da Motorola. 

Recursos de IA das câmeras dos celulares da Motorola são desenvolvidos no Brasil (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)
Foto: Canaltech

Com o investimento na UFAM, a empresa espera expandir o prédio do Instituto de Computação, construindo oito novas salas de aula e quatro laboratórios de pesquisa. A Ideia é ampliar o desenvolvimento de soluções de IA para todos os celulares, desde os modelos da entrada da família Moto E, até os mais avançados Motorola Edge e Razer.

IA para melhorar desempenho, segurança, câmeras e mais

Atualmente, os celulares da Motorola contam com diversos recursos de inteligência artificial integrados ao sistema Moto AI. Algumas das funções mais comuns estão nas câmeras, que atuam no pós-processamento das imagens.

Publicidade

A fabricante ainda utiliza IA para ganho de desempenho e aumento de segurança nos aparelhos por meio das tecnologias de RAM Boost e detecção automática de phishing, respectivamente. Existe também uma parceria com o Google para complementar o pacote de soluções com os apps Google Fotos e o Google Lens.

Fonte: Motorola

Trending no Canaltech:

Curtiu? Fique por dentro das principais notícias através do nosso ZAP
Inscreva-se