Especiais
 

Animação
Jimmy Neutron
Produção concorre ao primeiro Oscar de animação com Shrek e Monstros S.A.

Tatiana Engelbrecht

Jimmy Neutron: façanhas inverossímeis e hilárias de um garoto superdotado e travesso

No ano em que se inaugura o Oscar de melhor longa de animação, Shrek (DreamWorks) e Monstros S.A. (Disney/Pixar), os hits do gênero em 2001, disparam na frente pela tão cobiçada estatueta. Menos comentado pela imprensa estrangeira e chegando na sexta 22 ao Brasil, Jimmy Neutron – O Menino Gênio, do canal a cabo Nickelodeon, dá suas passadas por fora e se mantém na luta pelo prêmio com a história de um garoto superdotado que salva todos os pais dos Estados Unidos das garras de alienígenas gosmentos.

Indicações
Jimmy Neutron concorre a Melhor Animação

Enquanto Shrek e Monstros S.A. buscam atingir os públicos adulto e infantil com roteiros mais complexos, cheios de referências à indústria do entretenimento e ao próprio cinema, Jimmy Neutron quer falar apenas com os pimpolhos. A história não tem rebuscamentos, os protagonistas são crianças, e as situações em que se metem são absurdas. Por exemplo, os alienígenas descobrem a Terra graças ao sinal de um satélite que Jimmy construiu com uma torradeira e colocou em órbita. Essa e outras façanhas, não exatamente verossímeis, percorrem a uma hora e meia de boas gargalhadas para adultos de coração aberto e crianças ainda sem muita malícia. Para os pequenos