Luma de Oliveira, a rainha da bateria

Luma de Oliveira é a mais badalada entre as rainhas de bateria
do carnaval brasileiro. E não é para menos. Nos últimos 16 anos, ela enfeitiça as arquibancadas da Marquês de Sapucaí com sua beleza ímpar e uma invejável habilidade com o
samba nos pés. Principal alvo dos flashes que pipocam na avenida, Luma também tem se notabilizado pelas surpresas
que apronta na avenida. E a Unidos do Viradouro agradece.

Em 1987, Luma ainda não gozava do prestígio que tem nos
dias de hoje. Dessa forma, foi recusada por meia dúzia de escolas de samba. Ninguém queria ter uma desconhecida
como rainha da bateria. A Caprichosos de Pilares foi sua última opção. E deu certo. Durante o desfile daquele ano, Luma deixou o mundo boquiaberto com um topless improvisado horas
antes nos bastidores. Da noite para o dia, a jovem ganhou notoriedade e abandonou o estigma de ser reconhecida
apenas como a irmã caçula da atriz global Ísis de Oliveira.

1 | 2| 3