- Anuncie
- Assine

   
 
Casamento // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Conto de fadas do século 21
O anúncio do casamento do príncipe William, filho mais velho de Lady Di, foi recebido com aplausos por economistas ingleses, causa comoção mundial e promete, mais uma vez, reviver a fábula da plebeia que conquista a nobreza

Por Bruna Narcizo

 

Fotos: AP
Kate Middleton e o príncipe William anunciaram na terça-feira 16 o casamento previsto para a primavera ou para o verão - do Hemisfério Norte - de 2011


A história é digna das páginas dos livros de contos de fadas: uma plebeia que se torna a esposa do príncipe herdeiro do trono. E foi quase assim com Kate Middleton e William que anunciaram na terça-feira 16 o casamento na primavera ou no verão (do Hemisfério Norte) de 2011. A Cinderela da vez, diferentemente da Gata Borralheira da fábula, fez faculdade e não usou nenhum sapato de cristal para conquistar seu príncipe encantado. Eles se conheceram na Universidade de St. Andrews, na Escócia, em 2001, e depois de longos oito anos de namoro - Kate até foi apelidada pela imprensa britânica de "Waity Katie" (Katie sempre à espera) - finalmente veio o esperado pedido de casamento durante as férias no Quênia, há um mês. "Eu estava planejando o pedido há algum tempo. Todo homem sabe que é preciso motivação para fazer isso. Você ouve um monte de histórias horríveis sobre pedidos que não deram certo, mas ela disse sim", contou William, na primeira entrevista depois do anúncio.

Foi a realização de um sonho para a menina que, durante a adolescência, tinha um pôster do primeiro filho da princesa Diana na parede do quarto. Filha de um piloto e uma aeromoça da companhia British Airways, que fizeram fortuna vendendo artigos para festas infantis, a moça sabe ser discreta e sofisticada. Outra qualidade de Kate foi a paciência e o jogo de cintura para conseguir manter o relacionamento de quase uma década, só interrompido por uma breve separação em 2007. Após a confirmação dos votos, os noivos anunciaram que irão viver no norte do País de Gales, onde o príncipe continuará servindo a Força Aérea Britânica.

Acima, imprensa e curiosos se aglomeram em frente ao Palácio de Buckingham. À esq., o anúncio do casamento foi destaque em todos os jornais e abaixo já há suvenires do futuro casal real à venda

Lucro para a rainha
A notícia do noivado alegrou e muito o primeiro-ministro britânico, David Cameron. O motivo para tanta euforia é a aposta de que o casamento irá despejar cerca de US$ 1 bilhão na economia da Grã- Bretanha. Além de aquecer a economia, casamentos da realeza deixam os ingleses felizes. Tanto é que os suvernires já começaram a ser vendidos. Já é possível encontrar canecas e outras quinquilharias com os rostos dos noivos nas principais redes de supermercado do país. E só faz uma semana que o anúncio do casório foi feito.

 

 

PÁGINAS :: 1 | 2 | Próxima >>
   


Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS