- Anuncie
- Assine

   
 
Urgente // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


"Virei um estranho para o meu filho"
"Mãe nenhuma tem direito de afastar a criança do pai"

Daniele Maia

Ag. News

Quatro dias depois de ter novamente seu nome envolvido em denúncia de agressão, Dado Dolabella falou com exclusividade à Gente, na quinta-feira 11, e deu a sua versão sobre a confusão com a ex-mulher, Viviane Sarahyba. O ator desmentiu que tenha agredido Viviane no domingo 7, quando ela levou o filho do casal, João Valentim, para visitá-lo. Segundo Dado, a ex-mulher teria se irritado ao conversarem sobre o aniversário de João e de Eduardo, filho de Dado com a ex-namorada, Fabiana Neves.
Como os dois meninos completam 1 ano em datas próximas (20 de novembro, Eduardo, e 10 de dezembro, João Valentim), Dado diz que levantou a possibilidade de fazerem uma única festa. Viviane, segundo ele, não teria gostado da ideia e decidiu ir embora levando com ela a criança. A ex-mulher do ator prefere não polemizar. “Não quero ficar falando nada. Não adianta. Dado cria histórias tão absurdas. Cria factóides. Desvia a atenção da mídia. Quer se fazer de bonzinho. Não quero privar meu filho do convívio do pai, mas realmente está difícil a situação. Desde o acontecido no domingo, não levei o João para ele ver. Não sei como vai ficar...Vamos ver”, disse. Confira a entrevista de Dado à Gente:

O que aconteceu desta vez?
Está cada vez mais difícil ver meu filho. Coisa de duas semanas antes, fomos a um parque e notei claramente que João não me reconhecia mais. Me evitava. Para ele, não era o pai dele quem estava ali. Era um conhecido qualquer da mãe dele. Criança pequena é assim: você precisa de contato para ela te reconhecer e te amar. Nossa, foi um horror perceber que ele não estava me reconhecendo, me evitava, não queria ir no meu colo. Parece que virei um estranho para o meu filho. É claro que sofro com essa situação. E não vou permitir que isso fique assim. Então, depois disso, conversamos e Viviane resolveu levá-lo pra me ver. De repente, tivemos uma discussão e ela me acusou de agressão.

O que se passou exatamente?
Quis falar sobre o aniversário das crianças e ela estourou. Ficou irritada, disse que não queria aniversário nenhum, nem junto nem separado, que fazer uma festa significaria ter que se encontrar com minha mãe, minha família, pessoas que ela não quer ver. Poxa, eu acho importante criança ter festinha, interagir com os amiguinhos e familiares. Argumentei isso com ela, mas aí já era tarde. Ela não queria mais papo. Com pouco menos de uma hora de visita, quis ir embora levando com ela a criança, levando o João que eu já pouco vejo. Ela foi entrando no elevador e eu a segurei pelo braço pedindo pelo amor de Deus para não fazer aquilo. Para deixar meu filho mais um pouco comigo. Foi só isso.

Essas constantes acusações de agressão têm atrapalhado sua vida profissional?
Não, estou tocando a vida normalmente. Só que mais triste por estar longe do meu filho. O Dudu (Eduardo) eu vejo sempre, ele fica às vezes dias comigo. Mas com o João tem sido cada vez mais complicado.

Teme que seu filho fique mais afastado ainda de você?
Isso ela não vai conseguir de jeito nenhum! Mãe nenhuma tem direito de afastar a criança do pai, dos avós, dos tios. Isso é lei. Vou lutar até o fim.

 

   


Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS