- Anuncie
- Assine

   
 
Reportagens // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Fórmula 1
Na alegria e na tristeza

Fotos Francesco Barale

Família unida

Antes de chegar ao autódromo, por volta do meio-dia, Silvana Barrichello já tinha recebido três ligações do marido, Rubinho, que estava concentrado nos boxes da equipe Williams. Preocupado com o trânsito, o piloto queria saber onde estavam a mulher e os filhos, Eduardo, 9 anos, e Fernando, 5. “Acho que Rubinho fica apreensivo, mas não tem jeito, ele gosta de ter a gente na pista. Ele diz que recarrega as baterias com a gente”, contou Silvana à Gente. Segundo ela, a família não consegue acompanhar todas as provas por conta da escola dos meninos. “Mas damos boas escapadas para encontrá-lo nas etapas internacionais”, revelou. Antes da largada, os garotos se divertiram com carrinhos de brinquedo. “Não sei se estou sendo otimista, mas acho que eles gostam de corrida por ser o trabalho do pai. Mas, claro, no quarto deles tudo tem carro...”, justificou. Assim que a temporada terminar, a família faz planos para tirar férias. O destino? “Ainda não sabemos. Mas não será muito diferente do que nós quatro pulando ondinhas em algum lugar bem relax”, afirmou Silvana.

Estreante em Interlagos

Bruno Senna, sobrinho de Ayrton, estreou na pista brasileira cercado pelos fãs do tio. “É demais ter essa torcida enorme, dando um superapoio”, comemorou o piloto da equipe HRT. Bruno desembarcou em São Paulo na segundafeira 1º, direto do Principado de Mônaco, onde mora desde março. “Estou curtindo voltar para casa e rever meus amigos. Mônaco é bom para treinar e pela proximidade entre os principais circuitos, mas se eu pudesse, moraria no Brasil. O problema é que ainda não inventaram máquina de teletransporte (risos)”, brincou ele. Dentro do box, a mãe do jovem piloto, a empresária Viviane Senna, não escondeu o orgulho e também o nervosismo de acompanhar a primeira corrida do filho no País. “O coração fica na ponta da língua, quase saindo. O importante é que ele faça o melhor com o que tem nas mãos. É assim que começa, um passo depois do outro”, disse Viviane. Ao final, analisou com propriedade a performance do filho: “Bruno fez uma excelente prova, com muita consistência e estabilidade nos tempos”.

Férias garantidas

No camarote montado pela Red Bull em parceria com a Sky, Cacá Bueno contou à Gente que já tem destino certo para as férias de fim de ano. O piloto de Stock Car quer passar o tempo entre o apartamento onde mora, no Rio de Janeiro, e a casa de praia que mantém em Angra dos Reis, no litoral fluminense. “Decidi não ir para o Exterior porque já viajei muito em 2010. Eu nunca consigo ficar em casa, como gostaria. Quero curtir a praia, a família e os amigos, ficar mais perto de quem gosta de mim”, afirmou. No fim de outubro, Cacá foi surpreendido com a notícia de que o pai, o narrador esportivo Galvão Bueno, teria de fazer uma cirurgia de próstata. “No começo, fiquei preocupado porque minha mãe morreu de câncer. Mas o susto durou pouco, logo vimos que não tinha gravidade nenhuma”, revelou o piloto.

<< Anterior | 1 | 2 | 3 | 4 | Próxima >>

   


Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS