- Anuncie
- Assine

   
 
Música // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Dançando com o Lobo
O ator Kevin Costner vem ao Brasil para show único de sua banda, diz que gostaria de fazer mais filmes, mas se queixa que Hollywood não tem interesse por criações originais

Por Bela Megale


Foto: Ronald Witter / Dpa

Longe das grandes produções do cinema, Kevin Costner tem se divertido há três anos com sua banda, a Modern West, em shows especiais como o que fará no dia 20, no SP OnLive Festival, em Bauru, no interior de São Paulo. Em cima do palco, ele reflete sobre os altos e baixos da vida e a respeito da vontade de voltar a atuar na telona. Em entrevista por telefone, direto dos Estados Unidos, Costner fala da expectativa de tocar por aqui, de MPB e de Hollywood.

Por que decidiram tocar no Brasil?
Sempre pensamos em tocar pelo mundo e um dos lugares mais incríveis que existe é a América do Sul. As pessoas começaram a nos ouvir e fomos chamados para fazer um show no Brasil. Simplesmente aconteceu e estamos muito ansiosos.

Conhece a música brasileira?
Não conheço. Conheço a Shakira e acho que ela é ótima. Ouço um pouco de música brasileira, mas não sei identificá-la muito bem. É muito exótica, rápida e sexy.

O que o inspira mais atualmente? Música ou filmes?
Gosto muito de fazer filmes, sempre gostei, mas criar música acrescenta muito na minha vida. Os dois me inspiram na mesma medida.


Sente-se mais perto do público?
Quando se está tão próximo de seu público como num show ao vivo, tem-se uma experiência muito verdadeira. Nada substitui um sentimento como esse.

Fica mais nervoso no set ou no palco?

No palco. Existe mais pressão e fico ansioso para que o público se divirta.

Tem alguma frustração em relação a Hollywood?
Realmente, gostaria de fazer mais filmes. Mas entendo os altos e baixos da vida.

O que mudou em Hollywood dos anos 90 para cá?
Eles não querem filmes originais, preferem repetir sucessos antigos, que já vimos.

 

 

   


Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS