- Anuncie
- Assine

   
 
Reportagens // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Ela decide que Dior o Brasil vai vestir
Rosangela Lyra é o olho da lendária marca francesa no País há 25 anos, muito antes de se tornar sogra do jogador Kaká. No showroom parisiense, dois dias após o último desfile de John Galliano, Gente acompanhou as compras da diretora da Dior Brasil, eleita vice-campeã em atendimento entre 200 lojas no mundo

Texto e Fotos Gisele Vitória, de Paris

Percorrer com ela os diversos salões do glamouroso showroom (enquanto modelos desfilam roupas e calçam sapatos da nova coleção para equipes de compradores do mundo inteiro) é como enxergar com lupa a engrenagem de uma indústria absolutamente especial. Rosangela mergulha em dois dias de trabalho. Faz isso duas vezes por ano, a cada lançamento de coleção. "Geralmente abro o showroom. Chego antes das oito e vou até quatro, cinco da tarde", diz. Com o briefing do desfile, prepara sua equipe no Brasil com os fundamentos de cada nova coleção. E a escolha das peças não se baseia apenas no gosto da embaixadora brasileira da marca, é claro, mas isso ajuda. A visão do que é mais vendável no Brasil, compreensão do que cai bem na mulher brasileira, a expectativa de venda mesclada ao que deve ser apresentado como inovador e criativo, tudo isso é levado em consideração.
Muitas vezes o que é sucesso certo da marca no Oriente Médio, por exemplo, não emplaca no Brasil. "Veja essa sandália aqui, com penas azuis ou laranjas. No Brasil vira Joãosinho Trinta, né? Olha a Beija Flor aí, gente", brinca Rosangela. Mesmo assim, ela resolve levar um par, com "penas opcionais", que podem ser retiradas. Um perfil mulher arrojada, uma artista, por exemplo, poderia usar as sandálias combinadas a um look totalmente preto e minimalista, ela imagina.

"Essa sandália é incrível, tem um salto diferente, mas não vou levar. Custa 1.200 euros e é muito parecida com esta aqui, que custa 600 euros", define ela. Rosangela avalia o que é caro demais dentro de um espectro de preços naturalmente exorbitantes, mas proporcional ao que a cliente de classe alta no Brasil costuma pagar. "Temos uma política de preços boa, que se aproxima da Dior no mundo", diz. Rosangela segue em frente e avista outro modelo de sandálias. A preta parece ser a mais bonita, mas ela rejeita. "Vou levar a clara. A preta tem o material mais duro e vai ficar desconfortável. Eu não levo sapato que pode machucar", resume. "Nunca deixo uma cliente levar uma peça que não está 100% confortável."
Enquanto olhamos as araras com monumentais vestidos de tons cítricos, Rosangela observa: "Galliano é eterno, sem ser clássico." Quando a executiva define clássico, ela busca sinônimos como mais sisudo, mais sério, mais antigo. O estilista da Dior, ela diz, consegue ser atemporal sem ser clássico. Na sua equação de gosto, conforto, preço, cores  tudo dentro de um orçamento já previsto para as compras , Rosangela Lyra prossegue com suas escolhas. Diverte-se ao ver as releituras e as novas cores da clássica bolsa Lady Dior. Quer levar todas. Passa pelos lenços losango e se encanta com as cores e a versatilidade.
A compra chega a uma média de 800 peças, e a defasagem entre o Brasil e o resto do mundo é de no máximo 15 dias. Sempre vestida de Dior da cabeça aos pés, Rosangela Lyra recheca os pedidos. Faz isso com a mesma elegância com que se sobressai em meio a tantas head buyers do mundo nos salões de parede cinza e portais brancos da eterna Maison, de onde, para muitos, apenas sair empunhando uma sacola da marca já é um luxo.

PÁGINAS :: << Anterior | 1 | 2 | 3
   


Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS