- Anuncie
- Assine

   
 
Televisão // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


"Já passei por uma traição"
Aos 40 anos, ADRIANA ESTEVES revela que já perdoou uma traição, conta que a enteada, Agnes, filha de Vladimir Brichta, a chama de mãe e comenta como é encarnar uma moradora do Méier, bairro onde nasceu, na série As Cariocas, da Globo

Por Daniele Maia

Fotos: Ique Esteves / TV GLOBO

‘‘Eu passaria por cima de uma traição. Não só passaria como, aliás, já passei. Tenho 40 anos, minha estrada é longa’’



Como é o relacionamento com sua enteada?
Maravilhoso. Agnes me chama de mãe. Quando comecei a namorar o Vlad, ela devia ter uns 6 aninhos. No início, ela não sabia muito como me chamar. Deixamos tudo muito à vontade. Falei com ela: ‘Pode me chamar de Dri, de Adriana, de você. De tudo, menos de tia’. Um belo dia ela me chamou de mãe. Foi emocionante. Ela é minha filhona do coração.


Pensam em ter mais filhos?

Não está descartada a possibilidade. Mas pode ser que a gente não tenha mais. Pode ser também que a gente tenha, mas que não seja um filho biológico. Adoção é uma coisa em que a gente pensa muito. Não é um projeto definido ainda, mas é uma vontade.


Como é seu relacionamento com seu ex-marido, Marco Ricca?

Marco sempre foi muito presente na vida do nosso filho, o que é fundamental. Quando morava em São Paulo, ele sempre vinha ao Rio ficar com o Felipe ou o Felipe ia para SP. Agora o Marco resolveu ter um pouso fixo no Rio e eles ficam mais próximos ainda.


Você completa 41 anos em dezembro. Como lida com o amadurecimento?
Ah, não concordo com esse papo de que mulher que fez 40 está ficando velha. Quer saber, me acho uma menina! (risos) Ter saúde, estar bem com você, com sua cabeça, seu corpo, fazer o que gosta. Por exemplo, minha mãe tem 60 e é uma mulher lindíssima. Se preocupar com idade é besteira. A gente tem que se preocupar em estar bem.


Se preocupa com a boa forma?
Procuro fazer exercício pelo menos quatro dias na semana. Além de gostar, acho bacana porque serve de exemplo para os meus filhos. Além disso, temos uma alimentação saudável em casa. A gente procura comer alimentos orgânicos, muita verdura e legumes. Também evitamos açúcar branco, fritura e refrigerante. Tudo sem radicalismos. Todo mundo pode comer de tudo numa festa, num evento qualquer, mas no dia a dia a gente procura ser mais saudável. Acho que não tem segredo nem fórmula mágica. Mas tem cuidado, vigilância.

 

 

PÁGINAS :: << Anterior | 1 | 2

   


Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS