- Anuncie
- Assine

   
 
Reportagens // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Making of
"Preciso de uma folguinha"
Paola Oliveira está vivendo um ano intenso, com filmes, séries e comerciais na agenda. Sonhando com uns dias de descanso, ela não desfilará no Carnaval de 2011, mesmo depois das elogiadas performances na avenida nos últimos dois anos

Por Gustavo Autran / Fotos: Marcelo Fernandes


“Curti muito, mas, por enquanto, já deu. Carnaval é uma maratona. Preciso descansar. Quem sabe não consigo tirar uma folguinha nessa época?”, comenta a atriz


PAOLA OLIVEIRA PULOU DA CAMA cedo na manhã da sexta-feira 1º. Às 5h20, a atriz já estava pronta para sair e percorrer mais de 20 quilômetros de sua casa, na Barra da Tijuca, até Pendotiba, em Niterói, região metropolitana do Rio. Seu destino era um charmoso casarão cercado de verde, escolhido como cenário para o primeiro comercial a ser veiculado na tevê da grife Mercatto. Apesar do horário, ela não esboçava nenhum sinal de cansaço. A pele do rosto, viçosa mesmo sem truques de maquiagem, era um reflexo de seu bom humor matinal. Falante e animada, foi logo pedindo café e um sanduíche de queijo para forrar o estômago, enquanto o beauty stylist Alê de Souza cuidava de seus cabelos e do make up. Às 9h30, já estava a postos em um dos quartos da casa, pronta para o início das filmagens. Naquela noite, ela ainda iria a São Paulo.

O corre-corre que marcou o dia diz muito sobre a rotina acelerada que a atriz tem vivido. Desde o término da novela Cama de Gato, em abril, Paola praticamente não parou. A única exceção que se permitiu foram alguns dias com a família, em São Paulo, e uma viagem a Portugal e Espanha, na companhia do namorado, o ator Joaquim Lopes. E foi exatamente durante o passeio na Europa que Paola recebeu o convite para participar da minissérie As Cariocas, dirigida por Daniel Filho e que estreia na terça-feira 19. Logo depois veio o chamado do diretor Luiz Fernando Carvalho, que a escalou para a minissérie Afinal, O Que Querem As Mulheres?, prevista para ir ao ar em novembro. Isso sem contar os filmes Eu e Meu Guarda-Chuva, de Toni Vanzolini, que acaba de estrear, e Uma Professora Muito Maluquinha, baseado no livro homônimo de Ziraldo, que entra em cartaz em janeiro. “As coisas foram aparecendo e fui emendando um trabalho no outro. Mas eu adoro porque sou movida a desafios”, conta a atriz, que cortou e escureceu as madeixas para a participação em Afinal, O Que Querem As Mulheres?

Um desafio que Paola não encara no momento é o de ser mãe, apesar de namorar Joaquim há mais de um ano. “Não estamos nem tentando. É que estou passando por um momento de buscas e novas conquistas no campo profissional e acho que devo dar um passo de cada vez. Acho que, para se ter um neném, a gente tem que estar realmente preparada, porque isso muda a nossa vida”, diz. Elogiada pelo pique e pela forma física nos dois anos em que desfilou como rainha de bateria da Grande Rio, Paola também decidiu que, em 2011, passará o Carnaval longe da avenida. “Curti muito, mas, por enquanto, já deu. Carnaval é uma maratona e, como preciso descansar, quem sabe não consigo tirar uma folguinha nessa época?”, comenta.

 


1 | 2 | Próxima >>

   


Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS