- Anuncie
- Assine

   
 
Reportagens // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Ensaio
A miss de Alexandre Pato
Débora Lyra, vencedora do concurso Miss Brasil 2010, fala da trajetória e do namoro de dois meses com o atacante do Milan

Simone Blanes fotoS Pedro Dias/Ag. IstoÉ edção de moda Bianca Zaramella Styling Dani Bonani (ABÁ MGT

“Estou apaixonada. Não tenho vergonha de dizer, embora tenha gente que não fique feliz com isto”

Vida de miss
“Em 2008, conheci o coordenador do Miss Minas Gerais. Ganhei o concurso em outubro de 2009. Me preparei durante dois anos para o Miss Brasil. Em Divinópolis, onde morava com outras candidatas, soube que, além da Martha Rocha, outras misses conseguiram tirar proveito do título. (As apresentadoras) Renata Fan e Nathália Guimarães são exemplos.”

Era uma vez...
“Nos conhecemos durante a Copa do Mundo. (O promoter) David Brazil foi nosso cupido. Pato descobriu meu telefone. No dia 28 de junho, jantamos no restaurante Porcão, no Rio de Janeiro. Foi superinformal e havia outras pessoas na mesa. Teve sintonia entre a gente, todo mundo percebeu... Eu me encantei por ele, mas estávamos com vergonha e nem teve beijo. A gente conversou e foi acontecendo... estamos namorando há dois meses. Teve até pedido... o mais importante é que estamos felizes.”

La dolce vita
“viajamos para veneza no fim de agosto. O passeio de gôndola foi maravilhoso. Conheci a Casa de Marco Polo, a Piazza San Marco. A viagem foi bem romântica. O lugar ajudou. No aniversário dele (dia 2 de setembro) escrevi um cartão. Sou romântica. Alê também é. Ele me deu uma camiseta do milan com uma dedicatória. Sempre que posso, também faço surpresas.”

Namoro a distância
“Fidelidade é fundamental e anda de mãos dadas com lealdade. Quando os dois estão dispostos a aguentar a distância, fica mais fácil. Tem de ter muita força de vontade para segurar a saudade. Mas cada um de nós está lutando pelos seus sonhos e consegue controlar a ansiedade. A tecnologia ajuda. Falamos via celular, internet... não sentimos ciúmes. Alê sempre sabe onde eu estou. Sempre aviso antes, não por obrigação... Por enquanto, não cheguei a dar um piti a ponto de largar tudo por nada.”

“Tudo o que estou vivendo é apenas o início.
Ainda não me considero uma celebridade, mas pretendo ir longe”

 

<< Anterior | 1 | 2 | 3 | Próxima >>

   


Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS