- Anuncie
- Assine

   
 
Reportagens // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Ensaio
A miss de Alexandre Pato
Débora Lyra, vencedora do concurso Miss Brasil 2010, fala da trajetória e do namoro de dois meses com o atacante do Milan

Simone Blanes fotoS Pedro Dias/Ag. IstoÉ edção de moda Bianca Zaramella Styling Dani Bonani (ABÁ MGT

 

Colete KOSii, vestido JeanSeria e cinto Tutu Ferreira com Missinclof e sapatos Santa Lolla

Definitivamente, 2010 é um ano especial na vida de Débora Lyra, 21 anos recém-completados no último domingo 26. Em maio, ela foi considerada uma das mulheres mais bonitas do País, ao ganhar o título de Miss Brasil – uma conquista almejada desde os 12 anos de idade, quando iniciou a carreira de modelo em Vila Velha, no Espírito Santo, cidade onde nasceu. No dia 23 de agosto, a capixaba esteve entre as candidatas ao Miss Universo, realizado nos Estados Unidos. Pouco tempo depois, no início de setembro, foi flagrada em uma viagem romântica em Veneza, na Itália, na companhia do jogador de futebol Alexandre Pato, 21 anos. “Estou apaixonada. Não tenho vergonha de dizer, embora tenha gente que não fique feliz com isto”, assume Débora. Durante o papo com Gente, realizado na quarta-feira 22, ela falou sobre o namoro de dois meses e a determinação com que encara a vida. Com um sorriso constante no rosto e trocando muitas mensagens em seu Blackberry, ela garante: “Tudo o que estou vivendo é apenas o início”.

Camisa Khelf, regata 3:AM e saia Rock Lilly, com pulseiras Duza e sapatos Jorge Alex

Como Gisele Bündchen...
“Tive uma infância tranquila, em Vila Velha, no Espírito Santo. Aos 12 anos, meu pai (Luiz Fernando Belo Lyra) me levou para trabalhar como secretária. Eu atendia o telefone e anotava os recados para ele. Nesta época, ele me inscreveu em um concurso de beleza. Nunca mais parei, sempre conciliando com os estudos. Meu pai era uma das poucas pessoas que acreditavam no meu sonho. Até hoje ele fala: ‘Você vai ser mais famosa que a Gisele Bündchen’ (risos). Sem o incentivo dele, não teria chegado até onde cheguei e até onde vou chegar.”

Sítio das celebridades
“Sou mais parecida com meu pai. Ele é sonhador. Sempre investiu na minha carreira e na das minhas irmãs (Nathália, 25, é cantora, e Fernanda, 16, quer ser atriz). Minha mãe (Marcionila Lyra) costumava dizer: ‘Pare de iludir essas meninas’. Eles não tiveram muitas oportunidades na vida e diziam que a gente teria de estudar muito para ser alguém. Mas meu pai brincava falando que, um dia, teria um sítio das celebridades (risos).”

Nécessaire turbinada
“Sou muito vaidosa. Uma vez, minha mãe disse que azeite de oliva era bom para o cabelo. Fui cobaia, mas deu errado. Caiu no couro cabeludo e fiquei uma semana tentando tirar... Tenho um creme para cada parte do corpo: coxa, panturrilha, braços... O do bumbum, mais para celulite, também uso na barriga. Para o rosto são três: um com vitamina C, um secante e outro para olheira. Nunca durmo com maquiagem e não vivo sem meu secador de cabelos. E uso creme termoativo para não ressecar os cabelos. Adoro manter as unhas e as sobrancelhas feitas.”

Olho na balança
“Como qualquer mulher, tenho problemas com o peso. Não gosto das minhas pernas. Procuro ter uma boa alimentação, mas com a agenda de Miss Brasil não tenho rotina. É complicado fazer exercício. Sempre levo tênis e roupa de ginástica nas viagens. Quando dá tempo, faço esteira, abdominal e malho os braços.

 

PÁGINAS :: 1 | 2 | 3 | Próxima >>
   


Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS