- Anuncie
- Assine

   
 
Gastronomia // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Muito além do paladar
Assim como a matriz americana, filial brasileira do Serafina vira vitrine para ver e ser visto, com suas mesas recheadas de famosos e do high society paulistano

Bela Megale

 

Fotos MAURO HOLANDA
O prato Tris de Sofia ravióli com manteiga e sálvia, nhoque ao pesto e o Paglia e Fieno, macarrão com molho leve de tomate

 

SE TOM CRUISE, Leonardo DiCaprio e Hillary Clinton fazem parte da cartela de clientes do badalado Serafina, em Nova York, a filial do restaurante italiano aberta em São Paulo, a primeira fora dos EUA, aterrisou no Brasil conquistando famosos e personalidades da alta sociedade. Desde sua inauguração, na segunda-feira 23, nomes como Isabeli Fontana, Alessandra Ambrósio, Sthefany Brito e Sergio K batem cartão no novo point da alameda Lorena, nos Jardins, em São Paulo. Sucesso desde 2005, ele é fruto de uma promessa de Fabio Granato e Vittorio Assaf, dois italianos que vivem em Nova York. À deriva num passeio de barco, combinaram que, se encontrados, abririam um restaurante de massas e pizzas. Não demorou para que a marca fincasse mais seis bandeiras pelo País e chegasse ao Brasil pelas mãos dos sócios Marcelo Alcântara, Rubens Zogbi, Paulo Torre, Davide Bernacca em parceria com os fundadores do Serafina. Instalado em um casarão de 1908, a fachada ostenta os típicos toldos amarelos que identificam o reduto de famosos. No interior, a semelhança do décor com os endereços americanos se resume ao afresco feito pela italiana Michela Martelo, artista plástica responsável pelas pinturas que ilustram os empreendimentos da rede. O projeto brasileiro, assinado pelo Triplex Arquitetura, combina o estilo vintage com fotos em PB espalhadas pelo ambiente. Se o espaço não é fiel à matriz, não se pode dizer o mesmo do menu, com todos os pratos que renderam fama à casa, como as focaccias, em especial, a ligure, recheada com mussarela de búfala, tomate, presunto de Parma e manjericão (R$ 33). Massas como o Tris di Sofia (R$ 38), que une ravióli com manteiga e sálvia, nhoque ao pesto e Paglia e Fieno, macarrão com molho leve de tomate, num mesmo prato, e o Farfalle al Limoncello (R$ 32), com camarões e raspas de limão siciliano, foram as opções que conquistaram mais adeptos por aqui. Entre os segredos da cozinha pilotada pelo chef Ricardo di Camargo, com passagem pelo Paris 6, Le Bistrô e Pomodori, está a origem dos ingredientes. Muitos deles, como a farinha, o azeite e o molho de tomate, vêm diretamente da Itália.

Serafina - Al. Lorena, 1.705, Jardins, tel. (11). 3081 3702. De seg. a dom., das 12h à 0h

 

Acima, a área externa do Serafina, na alameda Lorena, nos Jardins. À direita, a focaccia ligure, com mussarela de búfala, presunto de Parma, tomate e manjericão fresco

 

   


Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS