- Anuncie
- Assine

   
 
Livros // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Quando o videogame encontra a poesia
Em Luka e o Fogo da Vida, Salman Rushdie adere à era digital para aproximar o jovem da tradição oral do contador de histórias

Suzana Uchôa Itiberê

O autor anglo-indiano Salman Rushdie, que esteve em agosto no Brasil para participar da FLIP, em Paraty (RJ)

★★★★ ROMANCE

SALMAN RUSHDIE será sempre lembrado como o autor jurado de morte por fanáticos muçulmanos, que o acusaram de blasfemar contra o Islã no romance Os Versos Satânicos. Duas décadas se passaram e, se a ameaça ainda existe, o anglo-indiano nunca se deixou abater e, muito menos, de escrever. Foi em homenagem ao filho pré-adolescente, Milan, que Rushdie criou Luka e o Fogo da Vida (Cia. das Letras, 208 págs., R$ 33), uma obra infanto-juvenil em que dialoga com seu público pela linguagem mestra da garotada atual: o videogame.
Antenado nas manias dessa geração, ele usa o esperto artifício para se lançar em uma narrativa metafórica, com aspirações bem mais abrangentes que uma simples aventura.
O garoto Luka, de 12 anos, é irmão do protagonista de Haroun e o Mar de Histórias, de 1990. Haroun, desta vez, fica de coadjuvante. É o caçula quem vai se embrenhar pelo Mundo da Magia, com a missão de roubar o tal Fogo da Vida e salvar o pai, o famoso contador de histórias Rashid, que caiu em um estranho e profundo sono. A tênue linha entre a vida e a morte ganha forma de um universo fantástico, em que criaturas mágicas e lugares sagrados resgatam a arte de Sherazade e As Mil e Uma Noites. E Rushdie se mostra um discípulo inspirado. Como em um legítimo videogame, com estágios e barras de energia, Luka avança pelo desconhecido, onde as fronteiras entre a infância e a juventude se iluminam em imagens e diálogos regados de lirismo. É uma leitura enternecedora que deve sensibilizar não só a meninada, mas os adultos que ainda acreditam em mágica.

 

   


Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS