- Anuncie
- Assine

   
 
Livros // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Paulo Coelho em questionamento da fé
O Aleph conta o momento em que o escritor ficou em dúvida sobre os resultados de sua dedicação e, inconformado com a inércia, empreendeu nova viagem de busca pessoal, agora por três continentes

 

Fotos DIVULGAÇÃO
O escritor, durante a viagem, conta ter encontrado um amor de vidas passadas

 

Fotos DIVULGAÇÃO

O ALEPH, CONTO QUE DÁ NOME a um livro do argentino Jorge Luis Borges (1899 – 1986), é sobre um pequeno buraco por onde se pode ver o universo inteiro, em várias épocas, sem que uma coisa se sobreponha à outra. O Aleph (Sextante, 256 págs., R$ 24,90) também é o nome do novo livro de Paulo Coelho, que usa o mesmo conceito de Borges para falar, novamente, de uma busca pessoal – agora, a da própria fé. É atrás do universo contido no Aleph que o escritor parte por Europa, África e Ásia.

Nessa viagem (uma das frases do livro diz que “a vida não é a estação, é o trem”), Coelho conta também do encontro com Hilal, que foi seu amor em vidas passadas e que fala dele como sendo seu “amor nesta vida”. “O amor exige uma relação apaixonada e madura, que tenho hoje em dia com Christina (Oiticica, com quem o autor é casado há 30 anos)”, disse ele em entrevista divulgada pela editora. Falando, então, de dois assuntos que provocam tormentas – o questionamento da fé e do amor – o escritor aborda a serenidade.

Com mais de 135 milhões de exemplares vendidos, com O Alquimista entre os mais vendidos no mundo, adorado por leitores mais diversos e alvo das críticas mais ferozes, Coelho volta a escrever em primeira pessoa e o livro já sai com tiragem inicial de 200 mil exemplares. É um número altíssimo para os índices do mercado brasileiro – em média, os livros nacionais costumam sair com 5 mil.

 



Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS