- Anuncie
- Assine

   
 
Estilo // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Estilo casa
Simples assim
Conforto e praticidade foram as premissas que guiaram o jogador de polo João Paulo Ganon na hora de pensar no projeto de seu duplex em São Conrado, no Rio. O décor, assume as referências à sua paixão pelo esporte

Gustavo Autran Fotos Orestes Locatel/Ag. IstoÉ

 

Natural que essas referências estejam espalhadas pelos quatro cantos de seu duplex, na orla de São Conrado. Graças à criatividade e ao senso prático do proprietário, algumas ganham até uma função inusitada. É o caso do troféu conquistado num campeonato do Jockey Club de São Paulo, usado nos dias de festa para gelar garrafas de vinho e champanhe. Em vez de contratar um arquiteto de renome para assinar o projeto, João Paulo preferiu, com o perdão do trocadilho, confiar em seu próprio taco (além do da mãe). É dela o quadro que enche de cores a parede da sala de estar, pintada num tom entre o laranja e o ocre.

O resultado das escolhas bem pessoais foi uma atmosfera despojada e sem frescura − um típico apartamento de homem solteiro, preocupado apenas em aliar conforto à praticidade. “Procurei deixar o ambiente alegre e, para isso, abusei um pouco das cores. Mas sem exageros”, conta Ganon, que vive no duplex há um ano e meio. Na sala onde recebe os amigos para jantares regados a vinho e uísque, o toque moderno fica por conta da poltrona Swan, um clássico do design contemporâneo, de 1958, do arquiteto dinamarquês Arne Jacobsen. O forro usado no encosto e no assento, todo em tecido amarelo, casa perfeitamente com o tapete listrado em fios multicoloridos de poliamida. O aparador de acabamento rústico, feito com madeira de demolição, contrasta com o arrojo do restante do mobiliário. No tampo inferior, parte da coleção da revista Helvetia Polo Life é amparada por peças esculpidas em mármore, também inspiradas no polo. “Quis um ambiente acolhedor, até porque quase toda semana reúno os amigos aqui. Costumo fazer um risoto de tomate fresco com gorgonzola para as visitas. É uma receita que aprendi com meu pai, que cozinha muito bem. Para acompanhar, sirvo um Malbec argentino”, conta ele.

No andar de cima do duplex ficam as duas suítes. Uma delas, usada como escritório, acomoda o console para o seu inseparável laptop, mais uma infinidade de troféus, e toda a parafernália utilizada nas competições − como tacos e capacetes. Se o dia está muito estressante, João Paulo corre para a varanda para curtir o visual da praia logo em frente. “No verão, o pôr do sol é incrível. E o pessoal que gosta de voar de asa-delta volta e meia dá um rasante aqui”, diz o atleta, mais do que acostumado com a adrenalina do esporte.

 

<< Anterior | 1 | 2 | 3 | Próxima >>



Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS