- Anuncie
- Assine

 
 
 
Moda // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Perfil
IT GIRLS de sucesso
Jovens e bem nascidas, RENATA e LILLY SARTI são a melhor imagem da marca que administram sozinhas e que faz o maior sucesso no mundo da moda

Bianca Zaramella | Fotos Fabiano Cerchiari/Ag.IstoÉ


“Quando Donata Meirelles me perguntou quando seria o nosso próximo desfile é que me toquei que a gente ainda nem pensava nisso”, recorda Renata.

Sem grandes pretensões, o primeiro desfile foi em março de 2006. Com a ajuda de Manu Elias, na época também iniciando a carreira na promoção de eventos, elas acabaram criando um alvoroço entre as amigas e futuras clientes. O desfile foi na casa de Jorge Elias, com trilha sonora da cantora Daniela Procópio. “Quando minha mãe percebeu o tamanho que a coisa tinha tomado ela ligou para o ‘tio Jorge’ pedindo desculpas por nossa causa, pela bagunça que a gente estava fazendo por lá”, relembra Lilly. Bagunça? Nada, sucesso. O desfile reuniu 450 pessoas no chatô dos Elias para conferir suas criações. Convidada do evento, Donata Meirelles gostou da coleção: “Sempre digo que sou madrinha delas. Já no início as duas apresentavam uma moda antenada, e mais comercial, que tinha tudo para dar certo no mercado”, relembrou a empresária que, na época, era diretora da Daslu. “Quando Donata Meirelles me perguntou quando seria o nosso próximo desfile é que me toquei que a gente ainda nem pensava nisso”, recorda Renata.

Passados alguns meses, Donata marcou uma reunião com a dupla. Quando chegaram à Daslu – lugar que frequentam com a mãe desde pequenas, veio a surpresa: “Quando entramos, Donata me perguntou: cadê a mala Lilly? Fiquei sem entender nada. Que mala? Perguntei. Ela começou a rir e disse: meninas! Achei que vocês já estavam com a coleção pronta! Pelo menos as peças-piloto! Foi tudo muito engraçado”, recorda a estilista. Depois da “bronca”, as duas correram com a coleção. “Nem me pergunte como consegui costureiras fornecedoras, mas cheguei lá com tudo no prazo”, relembra Lilly. Apesar da pouca idade, 23 e 25 anos, respectivamente, Renata e Lilly administram a marca sozinhas. As diferenças de personalidade e aptidão só ajudam. Renata cuida de toda a parte operacional. Formada em administração de empresas, ela tem um ar mais sério, prefere as roupas mais comportadas e troca toda a badalação por uma boa música em casa. Já Lilly, estilista da marca, tem um jeito mais descontraído.

“Tudo que usamos vende superbem”, afirma Renata, após checar o fechamento de mais uma grande venda no showroom. É ali que elas passam quase 12 horas por dia trabalhando sem parar. Hoje, mais conhecida, a grife já caiu no gosto de atrizes como Thaila Ayala. “Foi ela que nos procurou para participar da nova campanha de Inverno 2010”. A coleção será lançada na quinta-feira 18 e promete impressionar. Ousada, Lilly Sarti decidiu vender casacos de pele. Vison, mink e raposa azul acabam de desembarcar nas araras da grife. “Estas peles estão entre as melhores do mundo. Se a gente não vender, a concorrência vende. É uma questão de mercado”, afirma Renata. “Gerir um negócio é um desafio que topamos enfrentar desde cedo, sem medo”, afirma Lilly. Alguém duvida dos resultados?

 

 

 

 

PÁGINAS :: << Anterior | 1 | 2



Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS