- Anuncie
- Assine

 
 
 
Paulo Borges // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


A força da Louis Vuitton
Apresentação da marca na semana de moda de Paris teve casting variado de beldades na passarela

Paulo Borges


A nova ordem mundial

Editora mais influente da indústria da moda dedica revista à boa saúde das modelos, com Gisele Bündchen na capa

Depois da reunião do CFDA em que estive no mês de fevereiro para discutir a saúde das modelos nas passarelas, Anna Wintour – todo-poderosa editora da Vogue América – resolveu dedicar a edição de março de sua revista à boa saúde das modelos. E ninguém melhor que a brasileiríssima Gisele Bündchen, poucos meses depois de dar à luz seu primeiro filho, para estampar a capa. Aproveito para reproduzir um trecho da carta de Anna aos seus leitores:

“Essa edição é dedicada às transformações e vários artigos sobre como parar de fumar, como superar distúrbios alimentares, como mudar seu corpo através dos exercícios físicos. Uma das mudanças mais fortes pela qual passa a indústria de moda nos EUA hoje é a retomada das modelos com tamanho mais real, como era nos anos 90. Em fevereiro promovi uma discussão sobre o assunto durante o encontro do CFDA. A modelo Doutzen Kroes falou sobre a pressão que sentia para ser magra e sobre como redirecionou a sua carreira para não ter que sofrer com isso. Coco Rocha falou sobre como teve que lidar com as críticas depois que declarou em seu blog as dificuldades que teve para se manter nos padrões da indústria. Houve debate sobre a idade mínima das modelos. A top Kim Noorda escreveu sobre sua batalha com a comida para manter a sua imagem. Sou muito grata a ela, como sou também a Kate Dillon – uma modelo acima das medidas-padrão que virou uma ativista educacional. Uma modelo que nunca perdeu sua confiança é Gisele Bündchen, nossa capa. Ela é uma ótima lembrança de que o corpo atlético e com curvas nunca saiu de moda e que as melhores modelos são também símbolos de saúde, amor e vida. O mais importante de Gisele é que ela se enxerga como uma modelo, e como uma modelo a ser seguida. Assim como Christy Turlington e suas contemporâneas fizeram, Gisele está retransformando a ideia que temos de uma supermodelo. E é maravilhoso poder assistir a tudo isso.” – Anna Wintour.

Em sentido horário, a top Coco Rocha foi criticada ao escrever em seu blog sobre os padrões de magreza da indústria da moda. A top Kim Noorda, que já revelou sua batalha para manter o peso. Gisele Bündchen é a capa da edição de março da Vogue América. Doutzen Kroes redirecionou sua carreira por causa de suas medidas corporais

 

 

 

PÁGINAS :: << Anterior | 1 | 2



Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS