- Anuncie
- Assine

 
 
 
Paulo Borges // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Com que roupa eu vou?
A Porto da Pedra se inspira na moda e coloca na Marquês de Sapucaí a rainha Elizabeth, Cleópatra, Chanel, Maria Antonieta e até Naomi Campbell, além de homenagear os Estilistas Brasileiros

Foto Bob Wolfenson/MAG!

Foto Bob Wolfenson/MAG!

PB - Quem são os estilistas homenageados?
PM - São muitos, entre os internacionais: Chanel, Lacroix (o meu preferido), Versace, Elsa Schiaparelli, Christian Dior, Charles Frederick Worth, Lanvin, Yves Saint-Laurent, Jean Paul Gaultier, Valentino, Thierry Mugler, Karl Lagerfeld, Franco Moschino, John Galliano, Madeleine Vionnet, Mary Quant, Pierre Cardin, entre outros. Os brasileiros: Zuzu Angel, Alexandre Herchcovitch, Ronaldo Fraga, Jum Nakao, Lino Villaventura, Lenny Niemeyer, Oskar Metsavaht, Simon Azulay, Georges Henri, Clodovil, Denner, Gregório Faganello.

PB - Qual a sua ala favorita?
PM - Gosto de todas as roupas, mas tenho grande carinho pela da bateria, que é o Rei Sol, toda feita com fitas. A das baianas, que é a Rainha Elizabeth, e as dos estilistas brasileiros.

PB - Qual fantasia deu mais trabalho?
PM - A do Herchcovitch, pelo processo de desconstrução da roupa. A blusa foi toda furada, depois foi para um processo de lavagem e finalmente para a pintura de arte. As penas foram todas destruídas para serem aplicadas na roupa. A peruca é um dread feito com estopa e cola, depois, pintada. A roupa teve uma construção quase artesanal.

PB - Qual a roupa mais cara?
PM - A das baianas, com certeza, pois, além da roupa, que tem um desenho diferente de saia com tecidos bastante requintados como pede uma indumentária de rainha (elas representam a Rainha Elizabeth), ainda tem a maquiagem, totalmente teatral.

PB - O que era moda na sua infância?
PM - Não lembro de ter um conceito formado sobre moda na infância. Isso veio muito na década de 80, quando eu passei a gostar demais do trabalho do Simon Azulay na Yes, Brazil. Posso até dizer que o meu interesse pela moda começou ali, admirando suas criações.

PB - E o que é moda pra você, agora?
PM - Acho que moda é personalidade, é estilo. A Gloria Kalil tem uma frase que resume muito o que eu penso: "Moda é oferta. Estilo é escolha. Faça as suas."

Acompanhe a cobertura do desfile da Porto da Pedra no www.ffw.com.br E visite o site oficial da Porto da Pedra: www.unidosdoportodapedra.com.br

PÁGINAS :: << Anterior | 1 | 2 | 3


Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS