- Anuncie
- Assine

 
 
 
Cinema // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Os bons companheiros
Jennifer Garner e Ashton Kutcher são muito mais do que a esposa de Ben Affleck e o marido de Demi Moore. Com trajetórias bem-sucedidas como atores e produtores, os dois puxam o elenco estelar da comédia Idas e Vindas do Amor

Marina Monzillo, de Los Angeles

Fotos Warner Bros/ Divulgação

A experiência real de Jennifer veio da adolescência. Assim como sua personagem, ela foi traída e soube por meio de um amigo. "Era meu primeiro namorado e eu não acreditei."
Mas eles possuem boas lembranças de Valentine's Days passados. Jennifer lembra como não desanimava quando, solteira, não tinha companhia para a data: "Uma vez fui com uma amiga passar o fim de semana do Valentine's Day em um bed & breakfast em Napa Valley (região vinícola da Califórnia). Estávamos as duas rodeadas por casais apaixonados, mas nem ligamos, rimos muito da situação."

Ashton relatou uma comemoração que parece com as comédias patetas em que costuma atuar: "Há muitos anos levei uma ex-namorada para um resort no México. Pedi para o hotel preparar um banho de espuma, colocar pétalas de rosas no caminho até a banheira e em cima da cama, formando um coração. Mas primeiro fomos jantar e o clima estava tão bom que ficamos horas no restaurante. No fim da noite, estávamos bêbados. Quando chegamos ao quarto, a água da banheira já estava fria e caímos direto no sono. No dia seguinte, acordamos com as roupas manchadas pelas pétalas, que também ficaram grudadas nos nossos rostos e cabelos. Foi uma ideia romântica, mas nada prática."
E a praticidade também perdeu espaço para a sustentabilidade, pelo menos no set de Idas e Vindas do Amor. O filme foi um dos primeiros a se esforçar para diminuir o impacto ambiental de toda a produção.

"Foi uma mudança de hábito, de verdade. Nós todos temos costumes indulgentes e nem mesmo percebemos", admite Ashton. Os atores relataram algumas adaptações pelas quais passaram durante as filmagens. Até hoje, era comum haver grandes quantidades de garrafas plásticas de água à disposição e a cada alteração mínima no roteiro centenas de páginas eram novamente impressas. Desta vez, cada um tinha seu cantil com nome e havia uma preocupação em não gastar papel. "A prioridade mudou. Antes, o mais importante em um set, em qualquer lugar do mundo, era o tempo. Fazia-se tudo para economizar tempo, mas, desperdiçavam-se garrafas de água praticamente cheias", contou Jennifer. "O fato de estarmos filmando em Los Angeles ajudou. Talvez seja mais complicado conseguir trailers gerados a energia solar ou veículos híbridos no meio do deserto", opinou Ashton. "Mas as coisas estão definitivamente mudando", acredita o astro.

<< Anterior | 1 | 2 | 3 | Próxima >>



Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS