- Anuncie
- Assine

 
 
 
Diversão & Arte // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Retrospectiva 2009 - Televisão
Are baba!
Caminho das Índias consagrou Juliana Paes, transformou Rodrigo Lombardi e Dira Paes em celebridades e ganhou inédito prêmio Emmy para o Brasil


Fotos: Divulgação
Dado venceu a primeira edição de A Fazenda

Uma casa no campo

O que menos importava em A Fazenda eram as tarefas rurais. O que chamou a atenção foram as brigas de Theo Becker e outros 13 famosos confinados, entre maio e agosto, numa casa. Baseado no sueco The Farm, o reality show da Record teve boa audiência – a emissora ficou tão empolgada que já colocou uma segunda temporada no ar – e surpresas. O vencedor da primeira edição foi Dado Dolabella.

 

 

 

Fotos: Divulgação

A vida é cheia de som, fúria e intrigas

Foi com o som de Maysa que a tevê apresentou a primeira boa estreia do ano. A minissérie sobre a cantora revelou os talentos de Larissa Maciel, a protagonista, e de Mateus Solano, como Ronaldo Bôscoli. A fúria apareceu em Força Tarefa, o bom seriado policial estrelado por Murilo Benício. As intrigas vieram com Cinquentinha, série de humor diferente e bem-produzida. E Som & Fúria, a grande novidade de 2009, trouxe a volta de Felipe Camargo à tevê em ótima dobradinha com Andréa Beltrão, sob direção-geral de Fernando Meirelles.

 

 

Em busca do novo Lost

Fotos: Divulgação

Há muito tempo que “o novo Lost”, um seriado que será seguido mundialmente, é anunciado, mas, até agora, ele não foi encontrado. Este ano, no Brasil, as boas estreias nos canais pagos foram poucas. Salvaram-se Fringe, no Warner, uma ficção científica com bom elenco e história intrigante; True Blood, na HBO, mostrando que vampiros não são só os adolescentes de Crepúsculo; e The Good Wife, no Universal, um drama de tribunal com uma protagonista (Julianna Margulies) interessante. Enquanto essas séries tentam se manter, uma outra que marcou época, E.R., saiu de cena depois de 15 temporadas.

 

 

 

 

PÁGINAS :: << Anterior | 1 | 2



Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS