- Anuncie
- Assine

 
 
 
Cinema // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


As lágrimas de Lula
O presidente da República se emocionou ao assistir pela primeira vez Lula, o Filho do Brasil, durante exibição em São Bernardo do Campo, no sábado 28

Aina Pinto

Fotos THIAGO BERNARDES/ AG. ISTOÉ
Ao lado da primeiradama, e da ministra Dilma Rousseff, Lula chorou ao ver sua infância retratada na tela
Glória Pires, que interpreta a mãe do presidente, foi ao evento acompanhada do marido, Orlando Morais

O PRESIDENTE Luiz Inácio Lula da Silva se emocionou várias vezes durante a projeção do filme Lula, O Filho do Brasil, exibido no sábado 28 nos antigos estúdios da Companhia Cinematográfica Vera Cruz, em São Bernardo do Campo. As lágrimas escorreram pelo rosto do presidente principalmente durante cenas que retratavam sua infância no Nordeste.

Foi a primeira vez que o presidente assistiu à história de sua vida. Ele saiu sem comentar publicamente o que achou do longa-metragem. Segundo a assessoria, ele disse que gostaria de vê-lo novamente. A projeção começou por volta das 20h30 e Lula sentou-se ao lado da primeira-dama, Marisa Letícia, e da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff.

Em lugares próximos a ele, estavam outros ministros, integrantes da família e o elenco do filme que, antes da exibição, receberam os cumprimentos do presidente. Glória Pires, que interpreta dona Lindu, a mãe do presidente, chegou com o marido, o músico Orlando Morais. Antes de o filme começar, ela comentou que esteve com Lula.

"Perguntei a ele basicamente sobre a mãe e ele deu algumas dicas", contou o ator. Rui Ricardo Dias, que interpreta Lula na fase adulta, tinha expectativas de ouvir o que o presidente achou do trabalho. Até então, Rui tinha ouvido falar apenas que Lula havia comentado que era mais bonito do que ele: "Ele é muito bem-humorado", disse.

O diretor Fábio Barreto disse que o filme é uma homenagem ao presidente, à dona Lindu e ao povo. Ele também negou que a estreia tenha influência na próxima campanha presidencial, que começa em julho. "O filme era para ter sido lançado há um ano, mas não pudemos por causa da captação de recursos. Até julho, já saiu de cartaz, estará só em DVD", disse.

 



Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS