- Anuncie
- Assine

 
 
 
Livros // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


FILOSOFIA
Reflexões sobre o trabalho
O escritor Alain de Botton investiga a relação entre labuta e felicidade

Foto: DIVULGAÇÃO
Alain de Botton observa o cotidiano de diversos profissionais no novo trabalho

ALAIN DE BOTTON É UM SUÍÇO radicado na Inglaterra que se tornou popular pela forma coloquial e espirituosa com que aborda temas diversos. Agora, o autor de As Consolações da Filosofia volta-se para a mais trivial das atividades.

Os Prazeres e Desprazeres do Trabalho (Rocco, 328 págs., R$ 42,50) é uma mescla de ensaio e reportagem em que Botton vivencia o cotidiano de profissionais de áreas tão díspares quanto a pesca do atum e a contabilidade, mas está em busca de respostas para uma questão em comum: é possível conciliar ofício e vocação?

Observador curioso do labor alheio, ele não esconde o tédio ao acompanhar um especialista na instalação de torres de eletricidade, e a surpresa ao descobrir que a psicologia é fundamental para a fabricação de um biscoito. Suas meditações sobre a vida evitam o tom piegas das obras de autoajuda.

O empecilho aqui é a aridez do assunto. Por mais desenvolto que seja o texto, é difícil apreciar a descrição da técnica de lançamento de um satélite ou das instalações de um centro logístico. Desta vez, Botton armou uma armadilha para si mesmo.
Suzana Uchôa Itiberê

 



Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS