- Anuncie
- Assine

 
 
 
Cinema // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


COMÉDIA
Adorável transgressora
A bela Jessica Biel valoriza o humor inteligente de Bons Costumes

A peça já havia sido adaptada para o cinema mudo por Hitchcock

O INGLÊS NOEL COWARD (1899-1973) foi um dos autores mais bem pagos do mundo. O humor sagaz e o olhar astuto sobre a sociedade foi resgatado pelo australiano Stephan Elliott, que volta após uma década longe das telas. Se em Priscilla - A Rainha do Deserto o cineasta confrontou o preconceito com plumas e paetês, na versão da peça Bons Costumes ele desafia convenções com glamour e ousadia - adjetivos que abundam na personagem de Jessica Biel.

Ela vive a americana divorciada e piloto de carros de corrida que, na Inglaterra dos anos 20, abala a rotina da austera família de seu novo marido. A moça mina os planos da sogra (Kristin Scott Thomas) de casar o filho com uma conterrânea e as duas travam uma batalha marcada por ferinos ataques verbais. Alfred Hitchcock adaptou essa história em um filme mudo de 1928. Já Elliott regala-se com mordazes diálogos e traça um sarcástico retrato de uma elite pomposa, porém decadente.

(Classificação Indicativa: a conferir) Suzana Uchôa Itiberê

 



Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS