- Anuncie
- Assine

 
 
 
Sucesso // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Homem da Terra
O ator Eriberto Leão conta que se diverte com o assédio feminino, diz que nunca fez uma loucura de amor e, ativista ecológico, vai lançar um documentário sobre as mudanças climáticas do planeta

Renata Mendonça FotoS Daniela Dacorso/ Ag. IstoÉ

Camisa e cinto Armani exchange, short e sapato Osklen e relógio Empório Armani para Briollet
"Éramos meio Beatles. Parávamos ruas e hotéis", conta Eriberto, sobre a época em que fazia uma dupla inseparável com Malvino Salvador, em Cabocla
"Nenhum amor por mulher vale a missão. Por esse feminino, que é o planeta, aí sim, eu morro", diz o ator, que vai lançar um documentário com Malvino e ajuda de Rodrigo Santoro

Um erro cometido pelo avô, Antonio, na hora de registrar o nome do pai de Eriberto Leão causou muitas dores de cabeça ao ator na sua adolescência. Admirador de Herivelto Martins, seu Antonio queria homenagear o cantor dando o nome dele ao filho. Mas, em razão de um mal-entendido, o menino foi registrado como Eriberto. A homenagem atravessou uma geração e chegou ao ator, que antes de se tornar famoso sofreu com brincadeiras de amigos que insistiam em chamá-lo de diversas maneiras.

Eriberto conta que só passou a se orgulhar do nome ao descobrir seu significado germânico: "aquele que brilha". Também descobriu que Eriberto foi um rei da linhagem de Jesus Cristo e acredita que isso até influenciou sua carreira. "O engraçado é que eu já vivi Jesus três vezes. O nome é muito importante porque nos influencia o resto da vida", acredita o ator, que atualmente brilha na pele de Zeca Diabo, na novela Paraíso.

Se no passado as garotas tinham dificuldade em pronunciar o seu nome, hoje ele acha graça quando o gritam pelas ruas à procura de um beijo ou autógrafo. Eriberto já perdeu a conta das vezes que ouviu cantadas como "ah, um diabo desse lá em casa... " ou "eu quero ser a sua Santinha" e se diverte com isso.

Ele já tinha vivido experiência parecida quando fez a novela Cabocla, também de Benedito Ruy Barbosa, mas dividia o carinho das fãs com Malvino Salvador, com quem formava uma dupla inseparável na trama. "Éramos meio Beatles. Parávamos ruas e hotéis", relembra ele, que diz viver hoje um assédio muito mais intenso. "Agora estou sozinho no barco, mas isso não me incomoda de maneira nenhuma. Tiro foto com todo mundo, mas não é para dar uma de bonzinho. Eu gosto de receber e trocar amor." Eriberto acredita que o olhar apaixonado do personagem tenha sido determinante para conquistar e atiçar a libido feminina.

Mas os olhos verdes do ator também são alvo de cobiça e sedução na vida real. "O olhar é a porta da alma", filosofa. Ele também credita o sucesso ao jeito rústico e sedutor de Zeca, que, em cena, pega a amada pelos cabelos, cavalga sem cela e toma banhos de cachoeira. "Ele realmente é um homem 'de pegada'. Eu sou uma mistura de homem de pegada e de carinho. Não basta você amar, ter pegada, mas não ter assunto, sonhos.

Tem que ter essa tríade, de mente, espírito e corpo", acredita o ator, que namora a atriz Andréa Leal há três anos. A truculência de Zeca passa longe do ator, mas ele tem vivido tão intensamente o personagem que chega a reproduzir algumas de suas atitudes no dia a dia. Eriberto revela estar mais impulsivo e corajoso. Já chegou a dispensar o dublê e encarou um touro bravo dentro de uma arena de peão de boiadeiro. "Tenho que me vigiar. Entrei na humildade, mas na força. O touro vinha para cima de mim e eu só rodava. Mas não era o Eriberto quem estava ali. Parece que eu incorporo mesmo."

PÁGINAS :: 1 | 2 | Próxima >>


Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS