- Anuncie
- Assine

 
 
 
Música // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


As escolhas de Luiza
Depois de viver relacionamentos longos, a cantora Luiza Possi diz que está finalmente se descobrindo, prefere não rotular o romance com o apresentador e humorista Marco Luque e lança um CD mais autoral

Bruno Deminco

Foto Murillo Constantino/Ag. IstoÉ
Foto Murillo Constantino/Ag. IstoÉ
“Quando você está sempre ao lado de outra pessoa, fica naquela simbiose, sem saber quais são as suas próprias escolhas” Luiza.

Em 2002, aos 18 anos, Luiza Possi, despontou no cenário musical com a canção “Eu Sou Assim”, que fazia parte de seu primeiro CD com o mesmo nome. Gravado há sete anos, o hit se encaixaria bem na trilha sonora do momento atual da cantora. Depois de pôr um ponto final no casamento de três anos com o ator Pedro Neschling, Luiza abriu espaço para seguir novos caminhos. “Quando você está sempre ao lado de outra pessoa, fica naquela simbiose, sem saber quais são as suas próprias escolhas”, diz. E quais são as escolhas de Luiza? Ela não gosta de acordar tarde, come muita salada, adora passear com a pequena Judite Maria, sua inseparável Schnauzer toy de um ano e meio, e ama pedalar de bicicleta pela orla carioca. Ela também gosta de praticar balé e Pilates, dois segredos de sua boa forma. E quando está sozinha em casa, prefere cozinhar uma boa massa, sua especialidade, do que sair para um restaurante, como fazia antes. Mesmo com o fim de um casamento, Luiza se sente feliz em saber quem ela é de verdade. “Estou num caminho de descobrir quem eu sou. Me atualizar sobre mim”, diz.

O último aniversário, quando completou 25 anos, foi uma espécie de prova de fogo para sua nova fase. Quando ainda estava casada, acostumou-se a dividir a tensão de fazer uma festa e dar atenção a todos os amigos, os dela e os do ex, já que ela e Pedro são cancerianos e fazem aniversário com dois dias de diferença. No meio da comemoração, desta vez repleta apenas de gente da sua turma, Luiza encontrou tempo para prestigiar o ex, que virou um amigo. “Liguei para o Pedro, é lógico. Nos damos superbem”, conta.

PÁGINAS :: 1 | 2 | Próxima >>


Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS