- Anuncie
- Assine

 
 
 
Moda // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Alta-Costura
Para o inverno 2010, o clima intimista tomou conta da passarela parisiense e os estilistas apresentaram coleções impecáveis, mas sem muita ostentação

Bianca Zaramella

AFP
Na passarela de Armani Privé, a elegância do azul profundo e a sobriedade da alfaiataria do estilista Giorgio Armani

Desfiles menores e mais intimistas resgataram o espírito das maisons de alta-costura nesta temporada. Nada de shows com grandes cenários e detalhes rebuscados. Em Paris, mais uma vez, o desafio era cortar gastos sem perder o glamour. John Galliano, por exemplo, levou seus convidados aos salões da própria grife, em plena Avenue Montaigne, repetindo o esquema de Christian Dior nos anos 50.

Na passarela, modelos exibiram corseletes ajustados com meias finas e vestidos de cores fortes como rosa, amarelo cítrico e laranja. Armani Privé também recebeu uma plateia pequena para sua apresentação. Vestidos de festa em tons de azul e uma impecável sequência de looks em alfaiataria marcaram a coleção mais sofisticada de Giorgio Armani. Para negar os rumores de que deixaria seu posto na Chanel, o estilista Karl Lagerfeld resgatou o que há de mais chique para o inverno das poderosas clientes da marca em um cenário clean, em tons de branco.

Nesta coleção, seus famosos tailleurs ganharam elegância com cintura marcada, meias rendadas e sapatos modelo Oxford, que prometem ser o hit da nova estação. Uma das poucas surpresas da temporada foi o ousado desfile de Christian Lacroix. O estilista criou toda a coleção sem gastar um euro por conta de sua declaração de falência, no início do ano. Uma busca de investidores resultou num trabalho impecável com cortes perfeitos, tecidos sofisticados e cores neutras. Para finalizar, uma noiva barroca que arrancou muitos aplausos da plateia e faixas com declarações de "Lacroix Forever".

Fotos AP

Barroco, camarim e Grã-Bretanha

A noiva barroca que fechou o desfile de Christian Lacroix (1). Na coleção de John Galliano, um resgate de referências de backstage com modelos semivestidas e muita sensualidade para a Dior (2). Karl Lagerfeld buscou elementos de Coco Chanel e referências da aristocracia britânica para deixar o inverno da Chanel ainda mais elegante (3)

 



Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS