- Anuncie
- Assine

 
 
 
Cinema // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Matheus Nachtergaele
"Eu me apaixonei pelos atores"
O ator fala sobre A Festa da Menina Morta, sua estreia como diretor que conta a história de um órfão considerado santo

PITI REALI/AG.ISTOÉ
Matheus diz que o protagonista, Santinho, é seu alter ego

Em que momento decidiu a história que seria o seu primeiro filme?
Nunca planejei ser cineasta. O tema teve de se impor, no caso, o da ausência da mãe, da superação dos lutos. Tinha ideia de fazer algo documental. Depois, vi que o personagem era meu alter ego, um menino sem mãe que se torna "especial". Isso me fez dizer: "Tenho a minha história para contar."

Você diz que é seu alter ego, mas o personagem, Santinho, é cruel...
Não é um retrato preciso. Ele é sensível e, por causa da falta da mãe, age histericamente. Como ele, também fui escolhido para realizar "cerimônias", desejo ser amado. O filme é uma ficção sobre o menino tornado santo porque é um desgraçado.

Você pensou em interpretar Santinho. Por que desistiu?
Percebi que seria incapaz de dirigir e incorporar o Santo. Não tinha a frieza de ser racional, como diretor e, ao mesmo tempo, possuído do Santo. E me lembrei do Daniel de Oliveira, que é inteligente, tem uma entrega muito grande. Foi um caso de amor. Fiquei apaixonado pelos atores do filme, um sentimento erótico mesmo.

Pretende dirigir outros filmes?
Quero, mas precisam ter a mesma urgência. Foi muito duro fazer um filme, escrever, captar dinheiro, ficar sóbrio nas filmagens e na montagem. Agora, estou com saudade de teatro, que não faço há muitos anos.
(18 anos) Aina Pinto

Top 5 Júlio Rocha

O ator, que interpreta o Edgar em Caras & Bocas, conta quais são os filmes de tribunal que mais gosta:

Doze Homens e uma Sentença (1957)
Testemunha de Acusação (1957)
Justiça para Todos (1979)
O Veredicto (1982)
Kramer vs. Kramer (1979)

 



Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS