- Anuncie
- Assine

 
 
 
Reportagens // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


prêmio
Alice Braga vontade de fazer tv
A mais simpática celebridade do tapete vermelho, a atriz conta que pretende trabalhar e passar mais tempo no Brasil

TEXTO RENATA MENDONÇA FOTO DANIELA DACORSO/ AG. ISTOÉ

"O que quero é trabalhar com desejo, com paixão, aqui, lá ou acolá", diz Alice

Se houvesse um prêmio de personalidade mais simpática na cerimônia de entrega do Prêmio Vivo de Cinema Brasileiro, ele certamente seria dado a Alice Braga. Ela roubou a cena ao passar pelo tapete vermelho do Espaço Vivo Rio, terça-feira, 14, com a sua beleza e simplicidade. Mesmo perdendo o prêmio de melhor atriz coadjuvante por seu trabalho em Ensaio sobre a Cegueira, de Fernando Meirelles, para Júlia Lemmertz (de Meu Nome Não É Johnny), ela manteve a elegância. "O nível dos indicados foi altíssimo. Júlia mereceu. Ela é ótima", elogiou.

Alice também mostrou que não se deixa deslumbrar com a carreira internacional. "Para isso não acontecer, lembro de onde vim e do meu sonho. Claro que isso tudo é mágico e tenho que aproveitar. O importante é a felicidade do momento", analisa a atriz, que está em cartaz com o longa-metragem Território Restrito, em que contracena com Harrison Ford.

Na lista de Alice ainda constam atuações com Will Smith, Jude Law e Gael García Bernal. Ela conta que, a princípio, contracenar com astros internacionais causou certa estranheza, mas hoje diz estar acostumada ao glamour hollywoodiano. "Quando você chega lá, fica só observando, aprendendo... Will Smith é um homem encantador e muito generoso. Com ele senti frio na barriga. O cara é um herói mundial, salva a humanidade nos filmes que estrela. Jude Law é um ator supercompleto e sério com o trabalho dele."

Mas nem o fato de ter se tornado uma atriz requisitada nos EUA faz com que Alice se esqueça do Brasil. A atriz pretende agora passar uma temporada no País, onde tem um projeto novo, o filme Onze Minutos, baseado no livro homônimo de Paulo Coelho. "Vai ser filmado no Rio e em Genebra, com um diretor palestino", conta Alice, que confessa: "O que quero é trabalhar com desejo, com paixão, aqui, lá ou acolá. Agora estou com vontade de fazer tevê."

 



Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS