- Anuncie
- Assine

 
 
 
Música // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


''Estou entrando na velhice''
Caetano Veloso, que lança novo CD, fala sobre idade, mas afirma que sua arte está renovada

TEXTO RENATA MENDONÇA

Quem esperava encontrar no novo álbum de Caetano Veloso, Zii e Zie, uma canção para Dandara Ferreira – filha do ministro da Cultura, Juca Ferreira – se desapontou. Considerada sua nova musa, ela tem sido vista com frequência em sua companhia em São Paulo. Em entrevista coletiva na terça-feira 14, no Rio, o cantor avisou que, ao contrário de outros trabalhos, não fez nenhuma música em homenagem a uma mulher. “Troquei todas pelo Lobão”, brincou ele, que tem em uma das faixas de seu CD a canção “Lobão Tem Razão”, uma resposta a “Para o Mano Caetano”, composta pelo roqueiro.

Na capa do disco, a foto da praia do Leblon em dia de chuva, não combina com a atual fase de Caetano, que vive mais um momento muito feliz e fértil na carreira. Aos 66 anos, a arte de Caetano está completamente renovada. “Estou entrando na velhice, o meu cabelo está ficando todo branco. É só uma constatação etária. Mas não estou cansado, não”, avisou, ao lado dos novos e jovens parceiros da BandaCê, Pedro Sá, Marcelo Callado e Ricardo Dias Gomes.

O baiano sempre gostou de estar cercado de pessoas mais jovens e gosta de passar horas batendo papo e dividindo experiências com os filhos, Tom, de 12 anos, e Zeca, 17, de sua união com a empresária Paula Lavigne. “Eles não estão muito interessados em fazer música, mas sim em opinar”, contou. “Zeca conhece tudo sobre hip hop.”

Aberto a ouvir e a aprender novidades em todas as áreas, Caetano concebeu grande parte do novo CD a partir de ideias trocadas com fãs em seu blog, Ordem em Progresso. Nele, o cantor colocou duas faixas em votação para serem incluídas ou não no álbum. “Foi bom para saber o que as pessoas pensam sobre meu trabalho. Deu outra visão”, admitiu Caetano. A interatividade com o público foi positiva, mas ele não pretende manter o blog em atividade. “Cumpriu a sua função”, resumiu.

Com os 10 mil CDs já impressos e prontos, Caetano resolveu “dar um tempo” em São Paulo. “Quero ficar umas quatro semanas. Estou louco por isso. São Paulo é uma cidade muito coerente com a minha biografia”, disse. Durante a temporada de descanso, vai aproveitar para resgatar o velho prazer de dirigir. “Gosto de dirigir à noite como um menino”, revela.

DIVULGAÇÃO
“O meu cabelo está ficando todo branco. É só uma constatação etária. Mas não estou cansado, não"

 



Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS