- Anuncie
- Assine

 
 
 
Evento // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Pelé "Só estou apaixonado pela minha mãe"
Em festa de lançamento em São Paulo, o eterno camisa 10 da seleção brasileira fala sobre sua primeira namorada Nissei e, separado há um ano, diz que está solteiro

TEXTO BRUNO DEMINCO FOTO RODRIGO TREVISAN/ AG.ISTOÉ

O craque representa a marca de cosméticos e produtos de saúde no Japão e é garoto-propaganda, ao lado da modelo Ellen Rocche

No país do sol nascente, Pelé é muito mais do que simplesmente o rei do futebol. No Japão, no outro lado do mundo, quase a 18 mil quilômetros de distância, o eterno Camisa 10 da seleção brasileira é acolhido como se estivesse em sua segunda casa. "Sempre fui recebido como um nissei", disse, orgulhoso, durante evento que celebrou os dez anos da Invel, empresa de cosméticos e produtos para saúde, na quinta-feira 16, em São Paulo. Pelé representa a marca no Japão, além de ser o garoto-propagada, ao lado da modelo Ellen Rocche.

Mas a paixão do rei do futebol pelo Oriente é recíproca e vem de longa data. Quando ainda morava em Bauru, no interior de São Paulo, o adolescente Edson Arantes do Nascimento apaixonou-se pela primeira vez por uma vizinha descendente de japoneses chamada Neuzinha. "A minha primeira paixão foi ela, antes de eu ir para o Santos, quando eu tinha uns 14 ou 15 anos", lembra. Meses depois do início do namoro, o jogador foi chamado para atuar no time do litoral paulista e o romance não desceu a serra. "Falei pra Neuzinha que eu ia treinar e voltar, mas assinei contrato com o Santos e tive que ficar por lá mesmo. Até hoje tenho muita amizade com amigos de Bauru e, principalmente, com o irmão dela", conta.

Hoje em dia, Pelé passa por uma fase menos romântica. Desde que se separou de Assíria Lemos, mãe dos gêmeos Joshua e Celeste, de 11 anos, os filhos mais novos, o rei do futebol não assumiu nenhum romance. O ex-jogador faz mistério sobre a possibilidade de uma nova paixão. "Por enquanto, só pela minha mãe", brincou.

 



Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS