- Anuncie
- Assine

 
 
 
Celebridade // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Chico Buarque
AG.ISTOÉ
Em 1983, o músico enveredou pelo cinema ao escrever o roteiro de Para Viver um Grande Amor. Vinte e seis anos depois, ele lança seu quarto livro, Leite derramado
RENATO VELASCO/AG.ISTOÉ

Chico Buarque escreve. Quando era menino, escreveu um bilhete para a avó. "Eu vou me tornar um cantor de rádio. É só a senhora ligar o rádio do céu que vai me escutar." Até hoje não se sabe o dial da estação celeste, mas ele, de fato, virou cantor. E escreveu, aos 15 anos, a primeira música, "Canção dos Olhos", que nunca gravou. Só depois registraria em disco suas composições. Aos 22, já era o autor da trilha de Morte e Vida Severina, de João Cabral de Melo Neto, e de "A Banda" e "Pedro Pedreiro", ambas do primeiro álbum. Escrevendo, trabalhou com Tom Jobim. A parceria começou em 1968, quando Chico tinha 24. Fez a letra de "Retrato em Branco e Preto", assim chamada porque as rimas seriam mais fáceis e preto rima com soneto, ou a canção seria "vou colecionar mais um tamanco, outro retrato em preto-e-branco", ele explicou. Escreveu "Construção" (1971), que usa proparoxítonas e só pode ser classificada com superlativos, como uma das mais bonitas da música nacional, por exemplo. Bastariam as canções, mas Chico fez peças de teatro, como Roda Vida (1967). Adaptou e assinou o roteiro de filmes, como Para Viver um Grande Amor (1983). Foi ator, em Quando o Carnaval Chegar (1972). Centro-avante no Politheama, compôs o hino do time. E escreve livros. O mais recente, o quarto, é Leite Derramado.

 

 



Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS