- Anuncie
- Assine

 
 
 
Cinema // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Monstros vs. Alienígenas
Primeiro desenho inteiramente em 3D da Dreamworks é diversão pura e simples que faz um elogio à diferença

DIVULGAÇÃO
Susan e seus amigos têm de defender o planeta de extraterrestres

DOS 20 FILMES de maior bilheteria da história do cinema, três são animações. Uma é Procurando Nemo e duas são da franquia Shrek. O feito se deve não só ao requinte técnico dos desenhos, mas às citações pop e ao humor ácido que tornam as produções uma diversão também para adultos. Monstros vs. Alienígenas vai na contramão disso. Tem um humor ingênuo, é entretenimento para crianças.

O roteiro é simples. No dia de seu casamento, Susan (voz de Reese Witherspoon) é atingida por um meteoro e vira gigante. Presa, ela vai viver com outros seres esquisitos e fica amiga de um cientista que virou barata (Hugh Laurie), um bicho meio macaco, meio peixe (Will Arnett), uma criatura gelatinosa (Seth Rogen), e um inseto que não fala. Quando a Terra é atacada por alienígenas, os monstros são chamados a salvá-la.

Assim como em Shrek, há referências pop. Uma delas é a filmes de ficção científica dos anos 50, como A Mulher Gigante (1958). Há ainda brincadeiras sobre os controles de segurança - pelos quais se tem de passar antes de entrar em alguns lugares. Mas o efeito cômico não chega a ser atraente como na história do ogro. Monstros vs. Alienígenas é mais uma fábula que faz um elogio à diferença e à amizade.

A novidade é que se trata da primeira produção inteiramente em 3D da Dreamworks, que, junto com a Pixar, outro gigante da animação, passará a usar a técnica em todos os lançamentos. Por enquanto, o efeito é incipiente. Um dos problemas é o das legendas. Monstros vs. Alienígenas terá cópias legendadas, mas sem o efeito. Outro é que o recurso é usado indiscriminadamente. A sensação é de que objetos voam em direção à plateia, não de que o público participa da ação. Mas há momentos curiosos, como um passeio junto a um meteoro. (Classificação Indicativa: a conferir) Aina Pinto

 



Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS