- Anuncie
- Assine

 
 
 
Televisão // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


NATHALIA DILL
Entre o bem e o mal
Depois da vilã Débora, em Malhação, a atriz interpreta Maria Rita em Paraíso, na Globo. Criada para ser freira, a personagem se apaixona por Zeca (Eriberto Leão), o "filho do diabo"

GLOBO/ DIVULGAÇÃO
Nathalia Dill não quer ser uma mocinha chata

Depois de viver uma vilã, como encara interpretar a mocinha? Isso me levou a pensar muito, porque a mocinha é vista como chatinha pelo público. Esse é o meu desafio: fazer uma coisa bonita que não desagrade e que desperte interesse nas pessoas.

Você se sente segura para esse trabalho? Ao mesmo tempo em que sinto medo, a sensação de conquista é muito boa. O elenco é maravilhoso. Tenho certeza de que vai ser um grande prazer conviver com meus colegas

Sua personagem é muito religiosa. E você? Sou totalmente diferente. Não tenho religião, mas respeito a filosofia de cada uma delas. Não sabia nem segurar o terço. Ainda bem que tive a ajuda da Iris (Gomes da Costa, preparadora de elenco), que me ensinou os ritos católicos.

Não há nada em comum entre você e Santinha? Temos uma característica em comum, sim, que é a de pensar muito. Mas é claro que não fico pensando no Zeca... Como estou solteira, fico pensando em outros Zecas (risos). Macedo Rodrigues



Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS