- Anuncie
- Assine

 
 
 
Televisão // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Garotão de meia-idade
Aos 45 anos,Maurício Mattar diz conviver bem com a maturidade, está curtindo trabalhar para um público da idade de seus filhos em malhação e fala do namoro com a bailarina Keiry Costa

TEXTO RENATA MENDONÇA

FOTOS MAURO NASCIMENTO/AG.ISTOÉ
O ator e músico vai gravar seu oitavo CD e planeja lançar um documentário e um livro sobre sua trajetória artística

Se para alguns homens conviver com a maturidade e aceitála bem é um problema, para Maurício Mattar ser visto como um "coroa enxuto" é sinônimo de orgulho. Aos 45 anos, ele emagreceu 13 dos 100 quilos que exibia em seu 1,82 m de altura e assimila com bom humor o título que acabou motivando o convite para atuar em Malhação. Após três anos sem um papel fixo na televisão, Maurício está curtindo a possibilidade de falar para um público da idade de seus filhos (Luã, 21 anos, Rayra, 18, e Petra, 14). Na vida pessoal, ele está numa fase "low profile". "Vivo um momento zen, tranquilo... butterfly (borboleta, em inglês)", compara ele, que há dez meses namora a bailarina Keiry Costa, mãe da atriz Nahuana Costa, que interpreta a personagem Malika de Caminho das Índias.

O romance começou no final de abril de 2008, quando os dois se conheceram, ficaram amigos e ela se tornou sua professora particular de gafieira. O casal, no entanto, ainda não faz planos de formalizar a união. "Querer casar eu quero, mas querer não é poder. Amor não é contrato, tem que deixar acontecer", explica Maurício, que já foi casado com Elba Ramalho e contabiliza na lista de ex-namoradas a apresentadora Angélica e as atrizes Deborah Secco e Paola Oliveira. Com a maturidade, Maurício tornou- se mais seletivo para relacionamentos. "Eu sempre busquei aquilo que já estava ali, sem me preocupar com o que estava implícito", justifica, salientando que hoje procura conhecer melhor suas parceiras antes de um envolvimento mais sério.

Prestes a completar 30 anos de carreira, o ator - que começou a atuar aos 15 anos no teatro Tablado - garante ter deixado para trás os arroubos da juventude e hoje se concentra apenas no que considera importante para seu crescimento: a carreira e a família. A leveza e o novo padrão de comportamento podem ser traduzidos até mesmo na forma mais despojada de se vestir. O ator apareceu para a entrevista todo de branco e com um chapéu-panamá. Nos pés, as legítimas Havaianas. Ele diz que o convite para Malhação veio nesse momento de calmaria e trouxe a estabilidade profissional que procurava. "Queria um trabalho que me desse mais tempo para me dedicar aos meus projetos", diz Maurício, que planeja gravar um novo CD, além de um documentário, e escrever um livro contando sua trajetória artística. Ele quer dedicar mais tempo à música e se ressente pelo fato de o público não assimilar sua imagem de ator e cantor como gostaria, mesmo já tendo gravado sete álbuns.

FOTOS MAURO NASCIMENTO/AG.ISTOÉ
"Na minha época, beijou tinha que namorar", diz Maurício, que, mesmo antenado com o comportamento dos jovens, se assusta com o hábito de "ficar"

''Querer casar eu quero, mas querer não é poder. Amor não é contrato,tem que deixar acontecer''

MAURÍCIO MATTAR

Familiarizado com as gírias e costumes dos adolescentes, Maurício acredita que a velocidade da informação, aliada à cabeça livre de preconceitos, faz com que os mais jovens vejam seu trabalho com menos reservas. "Eles falam: 'esse cara é legal.' E os pais dizem que curtiam o meu trabalho antes deles", diverte-se. Apesar de antenado com o comportamento e as ideias da garotada, Maurício admite que se assusta com certas modernidades como o "ficar", tão comum na faixa de idade dos filhos. "Na minha época, beijou tinha que namorar", conta o ator, que, além de acumular a carreira de músico, também tem no currículo a fama de namorador.



Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS