- Anuncie
- Assine

 
 
 
Estilo // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


O jeito de morar de Fernanda De Goeye
Numa edícula de 120 metros quadrados a estilista mistura elementos do contemporâneo e objetos dos antepassados

por Silviane neno fotos juca rodrigues/ag. istoé

Quando seu único irmão comunicou que estava de partida para a China, Fernanda de Goeye anunciou para a família que pretendia ocupar o anexo onde ele morava nos fundos do terreno da mansão da família no Jardim Europa, bairro nobre de São Paulo. Proposta aceita, Fernanda partiu para a reforma.

Chamou o arquiteto Aurélio Flores para fazer o projeto e Michelle Novak para tocar as obras com ela. Fernanda já sabia o que queria. Arquiteta de formação, ela desenhou na cabeça o loft cheio de estilo, sofisticado e feminino como as roupas da sua marca Raia De Goeye. O antigo bar do irmão se transformou numa cozinha equipada para os cafés da manhã ao lado do namorado e as reuniões com os amigos.

A parede foi pintada com tinta de efeito magnético. É uma maneira moderna de pendurar fotos, bilhetes e outras traquitanas. Em frente ao balcão, está a mesa de vidro de pés cromados dividida em "três dentes". "Assim, divido os módulos por necessidade", diz Fernanda. O da ponta, tratado com esmero, acomoda as garrafas de estilo casa bebidas, o balde de fibra e as cápsulas de blend de café expresso.

Atenta às oportunidades, sempre em busca de tesouros escondidos pelo tempo, Fernanda arrematou a mesa numa venda do gênero "família muda-se". As cadeiras de bambu têm a mesma origem. "Custaram R$ 20", revela Fernanda, sorrindo. É difícil acreditar que tenham custado tão pouco, sobretudo depois da quase mágica intervenção dela. As peças foram forradas com sarja preta e pele de oncinha. Bingo! Viraram estrelas do pedaço.

O espaço é inteiro aberto e integrado. Como adora assistir seriados em casa, Fernanda investiu num sofá gigantesco da MiCasa e instalou a televisão em frente a ele, como se ambos tivessem nascidos juntos. Atrás da dupla, fica a mesa de trabalho -- uma belíssima peça Filipina, de Juliana Benfatti.

A decoração diz muito sobre a dona da casa, e vice-versa. Há ali referências de trabalho, lembranças de viagens, dos amigos, presentes e memórias afetivas. O lustre de cristal foi herança da avó. O relógio, do bisavô.

PÁGINAS :: 1 | 2 | 3 | 4 | Próxima >>


Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS