- Anuncie
- Assine

 
 
 
Celebridade // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 

 


Juliana Paes
AG. ISTOÉ

“Este ano não vai ser igual àquele que passou...” A velha marchinha de Carnaval certamente foi lembrada pelo público que, desta vez, não viu Juliana Paes desfilando na Marquês de Sapucaí. A atriz, que se apaixonou pela avenida aos 12 anos, quando assistiu a um desfile pela primeira vez, e defendia a Viradouro desde 2001 (ano da foto acima ).

ALEXANDRE SANTANNA/ AG.ISTOÉ

 

 

Naquele ano, ela fazia sucesso como a empregada Ritinha, de Laços de Família, e, depois, interpretou uma porta-bandeira no especial “História de Carnaval”, no extinto Brava Gente. Em 2002, a ficção se misturou com a realidade e a atriz desfilou como passista na pele de Karla, de O Clone. Quando conquistou o posto de Rainha da Bateria da escola, em 2004, enfrentou cobrança por substituir Luma de Oliveira. À época, Juliana interpretava Jaqueline Joy, em Celebridade. Ao contrário da personagem, louca pela fama, a atriz optou por levar a suposta disputa com bom humor, não deu bola para comparações e ganhou o seu lugar. Este ano, protagonizando Caminho das Índias, como Maya, e recémcasada com Carlos Eduardo Baptista, Juliana passou o posto à frente dos ritmistas



Copyright © 2009 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS