- Anuncie
- Assine

 
 
 
Capa // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 







Luma ressurge
Há três anos afastada do Carnaval carioca, Luma de Oliveira emagrece quatro quilos em um mês para desfilar como rainha de bateria da Portela e voltar a reinar na Sapucaí

TEXTO RENATA MENDONÇA


''Cheguei a sentir o cheiro, ouvir as pessoas, os aplausos. Foi mágico''

Na madrugada de terça-feira de Carnaval, quando a bateria da Portela der os primeiros repiques à 0h15, um brilho diferente vai ressurgir na Marquês de Sapucaí. De volta à folia carioca, a eterna musa Luma de Oliveira, voltará a deslizar pela Passarela do Samba como não fazia desde 2005. No posto de rainha da bateria da azul e branco, ela promete levar a alegria, o sorriso e o gingado espetacular que a consagraram como musa absoluta de tantos carnavais.

O retorno, acompanhado da inevitável expectativa, chegou a assustar um pouco, mas Luma seguiu em frente: malhou e correu contra o tempo para tornear o corpo que vai comandar com leveza, carisma e beleza os ritmistas da escola. "Se o meu corpo não é o mesmo de 10 anos atrás, paciência, isso não vai tirar a minha alegria", avisa, com a garra de quem está disposta a retomar o seu reinado na Sapucaí.

Com apenas três meses e meio para reduzir os 68 quilos distribuídos em 1,74m, Luma fez dieta e exercícios. O começo foi difícil. Com a patela dos joelhos lesionada, ela precisou ter paciência antes de iniciar a rígida rotina de treinos proposta pelo personal trainer Thiago Sagatti que acelerariam o emagrecimento. A primeira etapa foi dedicada a longas caminhadas na areia fofa das praias cariocas para fortalecer a musculatura. A areia quente provocou bolhas nas plantas dos pés, mas Luma não desanimou. Depois de um mês de treinamento intenso, com quatro quilos a menos, pôde iniciar os exercícios para tonificar os músculos das pernas, braços e bumbum. A disciplinada maratona de treinos resultou em perda de peso e medidas. Só no quadril, perdeu dois centímetros. "Sei que os homens iriam adorar o meu bumbunzão, mas eu não", diverte-se.

O esforço para ficar mais bonita foi grande e às vezes doloroso, mas Luma deu conta da tarefa sem abrir mão da alegria. "Não encaro a avenida como um concurso de beleza. Gosto de sentir a energia de que todos que se reúnem ali com o único objetivo de se divertir."

A volta ao Carnaval carioca começou a ser desenhada em novembro do ano passado, quando Luma organizava o depósito de sua casa no Jardim Botânico, no Rio, onde mora com os filhos Thor, 17 anos, e Olin, 13. Foi para lá que se mudou em 2004 após se separar do empresário Eike Batista. Entre álbuns de família e documentos, Luma encontrou uma caixa com lembranças dos desfiles que participou. Quando começou a olhar as fotos, reportagens e partes de fantasias usadas em tantos anos de folia, a ex-modelo se emocionou e teve certeza de que aquele era o momento de voltar ao Sambódromo. "Cheguei a sentir o cheiro, ouvir as pessoas, os aplausos. Foi mágico", relembra. A decisão foi tomada após o telefonema de Nilo Figueiredo, presidente da Portela - escola pela qual desfilou pela primeira vez aos 16 anos. A saudade bateu e ela decidiu ouvir a proposta desde que não tivesse o compromisso de participar de todos os ensaios da escola. Pedido feito, pedido aceito.

Rainha do lar
O retorno à avenida trouxe o espírito carnavalesco de volta à casa da família. Na ampla sala de estar foram colocados objetos nas cores da escola, como um lustre de cristais brancos e azuis. Sobre o piano de cauda branco uma réplica da águia, símbolo da Portela.

Aos 44 anos, Luma dedica grande parte da sua rotina diária aos filhos. Gosta de almoçar ou jantar com os dois, verifica pessoalmente o desempenho escolar, reserva sempre um tempo para conversar sobre tudo e para viajar. "Somos poucos, mas somos muitos. Nós três, eu e os meus filhos, somos muito fortes juntos."

PÁGINAS :: 1 | 2 | Próxima >>

Copyright © 2008 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS