- Anuncie
- Assine

 
 
 
Música // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 







Elton John no Brasil
Em sua passagem pelo país, o cantor britânico foi discreto e pontual e não compareceu nem à festa em sua homenagem

TEXTO BRUNO DEMINCO

A passagem do cantor britânico Elton John pelo Brasil foi marcada por muita discrição, algumas excentricidades e pontualidade. O músico chegou ao País na quinta-feira 15, dia do seu primeiro show, na Sala São Paulo. O evento foi fechado para mil convidados. De carteira de identidade na mão, gente como Eliana Tranchesi, Daniella Cicarelli, Alexandre Birman e Andréa Dellal enfrentou fila e não reclamou. No camarim, nada de visitas, apenas concentração

Durante o espetáculo, Elton John embalou Naomi Campbell, que estava em um dos camarotes ao lado do namorado russo, Vladimir Doronin, e o governador de São Paulo, José Serra. Depois, os vips foram convidados para um jantar regado ao champagne Veuve Clicquot. Em vez de badalação, o cantor preferiu se recolher na suíte presidencial do hotel Grand Ryatt. No 22o andar do luxuoso prédio na zona sul de São Paulo, ele desfrutou de acomodações que custam R$ 10 mil a diária. Entre as exigências, pediu uma mesa de jantar maior (a habitual tem oito lugares) e mais poltronas na sala de tevê, para que seu staff particular pudesse ficar mais à vontade. Quis ainda as edições dos principais jornais dos EUA. E, além de uma seleção de chás, o cantor solicitou muito papel e lápis para desenhar. Orquídeas e rosas dividiram espaço com frutas como ameixas e pêssegos, a preferida do cantor. Fruta-do-conde e jabuticaba também foram oferecidas pelo hotel.

Durante a estadia em São Paulo, nada de aparições públicas. Nem na festa em sua homenagem, organizada pela socialite Ana Paula Junqueira, ele deu as caras. Após o evento da quinta-feira 15, o cantor só foi visto novamente no show aberto ao público no sábado 17, no Anhembi. O cantor Zezé di Camargo, e os atores, Caco Ciocler e Bárbara Borges estavam no camarote vip.

Aos 61 anos, o popstar mantém a forma evitando álcool e doces. No camarim, garrafas de água San Pellegrino e Evian, refrigerantes light e cerveja Haake Becks - não-alcoólica - dividiram espaço com frutas, saladas e queijos. No camarim, o sofá deveria ter, pelo menos, 2,40 m. Nos sete vasos quadrados, cinco rosas vermelhas e duas brancas em cada. Outras flores puderam ornar o ambiente, mas nada de cravos, crisântemos, lírios ou margaridas.

Elton John deixou São Paulo na segunda-feira 19, dia do seu show no Rio de Janeiro, que deve reunir mais famosos. "Convidei de Juliana Paes a Paula Toller", contou Alicinha Cavalcanti, promoter do camarote carioca. Depois da apresentação, Elton John seguiria para Buenos Aires com sua turnê. O cantor, que primeiramente ficaria hospedado no Copacabana Palace, preferiu não dormir na Cidade Maravilhosa e pegar o avião logo depois do show.


Copyright © 2008 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS