- Anuncie
- Assine

 
 
 
Capa // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 







A volta de Patrícia
Linda e sensual na Praia do Diabo, no Rio,a atriz se despede da vilã Flora, que a consagrou em A Favorita, prepara-se para retomar o estilo de vida mais tranquilo e não vê a hora de poder descansar ao lado do marido, Ciro Gomes, da família e dos amigos

TEXTO LUCIANA BARCELLOS
FOTOS EDUARDO REZENDE/ABÁ MGT
TRATAMENTO DE IMAGEM SÉRGIO LAVINAS


A vilã sai de cena. A atriz se consagra e a sensualidade de Patrícia Pillar novamente aflora. Ou ainda será a Flora? Não, a vilã está de partida e quem a interpretou brilhantemente faz o resgate de si mesma. O olhar de gata, o sorriso iluminado e o andar hipnotizante voltam a compor a mulher que vive num universo oposto ao da personagem. Generosa, apaixonada, radiante e simples. Patrícia está de volta. Depois de um ano de trabalho exaustivo, tudo o que deseja agora é tempo. "Quero estar com meu marido, minha família e meus amigos", diz. A rotina das gravações no Projac, no Rio, dará lugar a atividades leves. "Vou ler os livros que comprei e não consegui ler durante a novela, quero ir ao cinema, andar na praia e cuidar das flores que tenho em casa. Isso já me deixará bastante feliz."

Na praia do Arpoador, caminhando de roupão pelo calçadão no dia do ensaio para Gente, a atriz achava graça de si mesma e ria para as pessoas que a reconheciam e elogiavam. Com calma e senso de humor, ainda atendeu aos pedidos de autógrafos e fez fotos com fãs. O tempo estava nublado, frio e, por absoluta coincidência, a locação escolhida era a Praia do Diabo, no Rio.

Na areia, diante das lentes do fotógrafo Eduardo Resende, Patrícia transformou-se. Correu na areia, sentou nas pedras. Os 45 anos não marcaram a pele perfeita e o corpo que ela mantém em forma há mais de 20 anos. "Esse vestido é lindo", disse, referindose a um modelo tomara-que-caia azul do estilista André Lima, que minutos depois ficou encharcado por uma onda que não estava no roteiro. Foi possível apenas um clique na beirinha d'água antes do estrago. Patrícia começou a rir muito. "Ihhh! Molhou todo o vestido!", exclamou. A foto, que ganhou a capa, ficou linda. "Patrícia tem uma sensualidade sofisticada que é só dela. É na maneira de olhar, de sentar. Ela sabe que é uma mulher bonita e sabe as armas que tem. É muito sexy e sedutora", derrete-se o maquiador Alê de Souza, que a maquiou, penteou e idealizou o ensaio.

Cuidado com a alimentação é um dos segredos da atriz. Durante as gravações de A Favorita, ela aderiu à "marmita". "Cansei de ver a Patrícia indo para o estúdio com um prato de comida na mão porque não tinha sequer tempo para almoçar. Ela ainda trazia drops de hortelã e chocolate para nós. Me tornei freguês dela", brinca o ator Ary Fontoura. Generosa, ela também não hesitava em dividir o prato com um amigo "faminto" na hora do almoço. "Uma vez, ia pedir comida, mas ela disse que eu podia passar mal e era melhor comer da marmita que ela havia trazido de casa", conta Alê de Souza, que tem várias restrições alimentares. "Parecíamos dois operários dividindo a marmita", diverte-se ele. No dia do ensaio para Gente, os dois também racharam a refeição. "A Patrícia veio se preparar na minha casa e trouxe o almoço. Quando senti aquele cheiro delicioso, pedi para provar e acabei comendo quase todo o frango enroladinho com legumes", lembra ele.

Na bolsa da atriz e numa gaveta da sala de maquiagem, onde Patrícia se preparava para compor a personagem e encaracolava ainda mais os cachos com babyliss, era comum encontrar várias barras de chocolate guardadas. O doce era o trunfo para acompanhar o ritmo do trabalho. "Não entendia como a Patrícia aguentava o pique. Eram muitas cenas e texto para decorar. Aí ela me mostrou os chocolates. Comia aos poucos e distribuía. Dizia que tinha que buscar alimentos que dessem energia", conta Elizângela.

Outra curiosidade: antes de gravar cenas fortes ou de ação, Patrícia tinha uma preparação peculiar. Ela chegava cedo e era comum vê-la correndo ou fazendo exercícios para suar e ficar agitada. "Eu achava estranho. Uma vez, ela estava andando rápido e dava socos no ar enquanto sussurrava de forma agressiva 'Gonçalo!, Gonçalo!'. Parecia incorporada pela Flora", conta Mauro Mendonça. Com Cauã Reymond, usava outra técnica. Havia entre os dois atores um código antes das cenas fortes. "A gente combinava de não se falar até a gravação. Nesse silêncio, ficávamos nos provocando como os personagens", conta Cauã. Só depois voltavam a se falar.


PÁGINAS :: 1 | 2 | 3 | 4 | Próxima >>

Copyright © 2008 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS