- Anuncie
- Assine

 
 
 
Paulo Borges // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 







Laboratório de criação
Fazia muito tempo que eu não via uma disciplina de sonhar e inventar na universidade. A escola tem que ensinar não só eficiência, mas a liberdade de criar

Paulo borges

CAMISAS BRANCAS
Camisas tradicionais brancas de algodão eram todas.
Lidas e relidas, redesenhadas, configuradas em obras.
Outras obras, distintas obras.
Com os colarinhos brancos embebidos em goma, insistentemente marcantes.
Sua memória não nos deixa mentir.
Assim como seus punhos, também presentes,
disfarçando seu uso, empunham novos sonhos.
Brancos! Brancos como a alma sem lama, remodelados, conforme seus desejos.
Destituídas de vontade e vencidas por mãos hábeis,
casas foram abandonadas por seus botões.
De lembranças miúdas, os pois de plástico agora passeiam pela superfície cândida em busca de outras casas, quem sabe com mais liberdade e especialmente caiadas, para brilharem juntos nesse próximo verão.

Sérgio Gregório, professor e orientador da Universidade Anhembi Morumbi

OS AUTORES

“Quando cheguei ao resultado final, fiquei surpresa e feliz por ter superado as minhas expectativas. Com certeza o professor conseguiu nos mostrar que é possível construir uma nova imagem e ampliar o nosso olhar com relação ao que somos capazes de fazer.”
DANIELLE SOARES BARBOSA, 24 ANOS

“Diante de todas as possibilidades, eu tinha que ser criativa, e ainda deixar na peça nova alguns itens da camisa, como gola, punhos e botões. Eu pensei, é verão! Muito sol, praia. Por que não um biquíni? Assim pude ver que a partir de uma camisa pronta é possível uma transformação e criação.”
GABRIELA MARTINS, 18 ANOS

“Durante as aulas, linhas ficaram presas em máquinas, dedos foram furados por agulhas, idéias foram trocadas e discutidas até o resultado final, que surpreendeu a todos. O esforço em sala de aula tinha valido a pena. É isso aí, Greg...obrigada, e mande notícias pra gente!”
PAULA PUTZ, 19 ANOS

“Mais do que desafiar foi acreditar que éramos capazes. A partir daí iniciou-se, para mim, um processo extremamente prazeroso. Até então, o máximo que eu havia criado foram relatórios. Descobri que existe uma outra forma de olhar para as coisas e que elas podem tomar outras formas e significados.”
SIMONE BRAGA, 42 ANOS

“Há vários anos a disciplina Laboratório de Criação faz parte do curso Negócios da Moda da Universidade Anhembi Morumbi.”

“A idéia principal é fazer com que o aluno desenvolva seu pensamento criativo e, assim, aumente o seu repertório.”

“Era necessário que se mantivesse a cor branca, tão marcante da peça a ser transformada, assim como a gola, e na medida do possível os punhos em todas as suas possibilidades.”

PROFESSOR SÉRGIO GREGÓRIO

 

PÁGINAS :: << Anterior | 1 | 2 | 3

Copyright © 2008 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS