- Anuncie
- Assine

 
 
 
Cinema // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 







Drama
Feliz Natal
Selton Mello dirige filme perturbador em sua estréia como cineasta

PAULA HUVEN
Leonardo Medeiros é o filho que visita a família

SELTON MELLO SURPREENDE ao estrear na direção com o drama familiar Feliz Natal. É a história de um filho (Leonardo Medeiros) que resolve visitar a família após longa ausência, justamente na tal festa natalina. Aos poucos se percebe que essa volta não é desejada e envolve algumas tragédias.

O estilo de Selton é um caleidoscópio de influências. A câmera próxima aos corpos, no início, remete a Lavoura Arcaica, de Luiz Fernando Carvalho. Mais adiante, a degradação familiar aponta para a influência de O Pântano, da argentina Lucrecia Martel. Também é visível um parentesco com John Cassavetes.

Tanta variedade reflete certa falta de personalidade. Mas é interessante a maneira como a história vai, gradativamente, revelando suas questões, enquanto a narrativa agitada vai dando lugar a planos mais longos. Há algumas piadinhas infelizes e certo exagero no uso da música, que não chegam a comprometer este filme perturbador. (12 anos)
Marcelo Lyra



Copyright © 2008 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS