- Anuncie
- Assine

 
 
 
Reportagens // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 







turismo
Charme e badalação Saint-Tropez
A Designer paulistana Adriana Bittencourt, que mora entre Paris e Marrakesh, dá dicas sobre o balneário francês que freqüenta há 15 anos

TEXTO BIANCA ZARAMELLA FOTOS ARQUIVO PESSOAL

"No terraço do meu quarto na Villa Snoopy. Considerada a mais bonita de Saint-Tropez, todos os quartos da casa têm vista para o mar"
"Brincando de superpoderosa, em pleno centro de Saint-Tropez, antes de ir ao porto da cidade para um dia em alto-mar"
"No restaurante da praia Les Palmieres com as amigas Glória Maria e Paula Severino"

Acostumada a girar o mundo em busca de inspiração para criar suas coleções, a designer paulistana Adriana Bittencourt define-se como uma cigana. Marrocos, Índia e cidades como Paris e Nova York fazem parte do seu roteiro, mas é a cidade de Saint-Tropez, na França, que ela escolhe para curtir as férias. Precursora do estilo, ela desfila com seus caftãs, batas e bijoux multicoloridos no balneário europeu há 15 anos. Foi lá que buscou as referências para criar as peças da marca que leva seu nome. "Nos primeiros anos notei que todas jet-setters circulavam na cidade usando um caftã. Foi a partir daí que comecei a imaginar como seria a minha marca." Adriana criou sua grife em 2003 e desde então visita anualmente o local, que é um dos pontos mais badalados da costa francesa, principalmente no verão do Hemisfério Norte.
Antiga vila de pescadores, Saint-Tropez ainda mantém intacta sua arquitetura antiga com grandes casarões em tons de salmão com janelas que encantam visitantes desde o fim do século 19. Com apenas cinco mil habitantes, o balneário foi eleito como ponto disputado no verão europeu. Em seu pequeno porto mediterrâneo, barcos antigos disputam espaço com enormes iates repletos de turistas europeus dispostos a luxo e requinte. Nos dias de sol é lá que o agito se concentra, principalmente nas praias particulares que oferecem cadeiras de sol e todo o conforto, como o famoso Le Club 55. "Adoro almoçar por lá e sempre peço uma tarte tropezienne, que é a melhor sobremesa da cidade", conta Adriana, que costuma hospedar-se na Villa Snoopy, da família Freche, amigos de longa data da designer e freqüentadores antigos do balneário. Durante o dia, a brasileira aproveita para curtir o sol e o mar.

1 | 2 | Próxima >>


Copyright © 2008 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS