- Anuncie
- Assine

 
 
 
Cinema // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 







RocknRolla - A Grande Roubada
O diretor Guy Ritchie, ex de Madonna, acerta ao voltar ao estilo que o consagrou

IVULGAÇÃO
Gerard Butler é o personagem central One Two

ALGUNS CINEASTAS não são versáteis e funcionam apenas se repetirem certo tipo de registro. É o caso do inglês Guy Ritchie que, depois do fascinante e inovador Jogos, Trapaças e Dois Canos Fumegantes (1998) e do interessante Snatch - Porcos e Diamantes (2000), transformou- se apenas em "marido de Madonna" e realizou dois filmes vistos por pouquíssimas pessoas: o execrado Destino Insólito (2002), com a cantora, e o aqui inédito nos cinemas Revolver (2005). Com RocknRolla - A Grande Roubada, ele volta ao estilo dos dois primeiros trabalhos e acerta.

O mesmo humor negro, senso afiado para diálogos, montagem acelerada, violência cartunesca e trilha sonora pop/rock batem ponto aqui. O espectador conhece a fórmula, mas, como o resultado é bom, a sensação que se tem é a de reencontro com um velho amigo, depois de quase uma década. O personagem central é One Two (Gerard Butler, de 300), um ladrão de segunda que trabalha para o poderoso gângster Lenny Cole (Tom Wilkinson, de Conduta de Risco). One Two está numa negociata com um mafioso russo. Quando um valioso quadro deste desaparece, surgem diferentes tipos interessados em localizar a obra perdida. Entre eles, uma contadora com segundas intenções (Thandie Newton, de Missão Impossível 2).

Ritchie mantém seu estilo pop, jovial e brincalhão de filmar. Ele sabe desenvolver várias linhas narrativas e depois amarrá-las com naturalidade. É ágil e espirituoso, mas ao mesmo tempo - reflexos da convivência com Madonna? - abre espaço para um rápido manifesto contra a homofobia. Vamos ver agora o que ele oferecerá em mudança de estilo: Ritchie, agora ex de Madonna, lançará em 2009 a sua versão de Sherlock Holmes. (16 anos) Christian Petermann


Copyright © 2008 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS