- Anuncie
- Assine

 
 
 
Reportagens // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 







Carreira
A virada de Daniela Freitas
A apresentadora comemora o sucesso de seu quadro sobre moda no programa de Amaury Jr.,vai lançar um portal na internet com o apoio das tops Isabeli Fontana e Fernanda Motta e se diverte ao lembrar dos tempos de dançarina de axé

TEXTO BIANCA ZARAMELLA FOTOS RACHEL GUEDES/ AG. ISTOÉ

Ela sempre acompanhou as tendências da moda nas revistas e nas novelas. Quando era adolescente, Daniela Freitas costumava vender os brincos e colares que criava para as amigas da escola. Antenada, apostava nos acessórios para transformar a mesmice do uniforme. "Sempre gostei de descobrir as coisas que estavam na moda. De repente, todo mundo queria ter o que eu usava. Foi assim que me apaixonei por este mundo", conta a repórter do programa Amaury Jr que, desde julho, ganhou espaço próprio no programa da Rede TV! para falar sobre o tema de que mais gosta. "Sempre quis fazer pautas que envolvessem dicas de moda e comportamento fora do circuito das colunas sociais. O Dani-se é a minha cara", conta ela. No quadro, Daniela faz matérias sobre moda com uma abordagem divertida, que virou sua marca registrada. "Acho que a moda não precisa de todo este ar blasé. Criei uma linguagem mais fácil e direta para falar sobre ela. Desço do salto para as gravações do Dani-se", conta ela, que já gravou o quadro vestindo uniforme do Exército e fantasias. Na carona do sucesso na tevê, a apresentadora vai transformar o programa num portal para a internet e para isso conta com o apoio das amigas e top models Fernanda Motta e Isabeli Fontana.

Quem vê Daniela à vontade na tevê, até se esquece que ela percorreu um longo caminho para atingir seu objetivo de trabalhar com o mundo fashion. Com 17 anos, ela disputou o concurso que escolhia a nova loira do grupo É O Tchan, com o objetivo de conseguir concluir os estudos e ajudar as duas irmãs, que viviam com a mãe, Silvia, em Santo André, no ABC Paulista. "Nem sabia dançar direito. Era muito hippie e vivia viajando com a mochila nas costas. Foram minhas irmãs que me incentivaram à participar do concurso", relembra. Ela ficou na final, mas acabou perdendo o posto para Sheila R Mello. A participação lhe rendeu um contrato com o grupo Companhia do Pagode. "Achei que era a oportunidade de conseguir ajudar minha família." A loira de olhos verdes e formas perfeitas viajou com o grupo fazendo shows e fez diversas apresentações em programas de tevê. O sucesso do Companhia era a garantia de alguma estabilidade financeira, mas alguma coisa lhe dizia que aquele não era seu caminho. O estalo que a fez mudar a rota veio quando ela se viu frente a frente com o apresentador Silvio Santos. "Ele me viu no vídeo e disse: 'Você fica bem na tevê, menina. Devia investir nisso'. Levei um susto e foi aí que caiu a ficha", recorda.

A apresentadora na clássica Ball Chair que decora sua casa no bairro do Morumbi, em São Paulo

Aos 21 anos, Daniela deixou o grupo, decidiu estudar jornalismo e iniciou sua carreira na televisão como apresentadora de programas esportivos na Band e na Rede Record, ao lado de Milton Neves. Em 2003, foi contratada pelo SBT para apresentar um quadro de esportes na atração de maior prestígio da emissora, o Jornal do SBT. Há dois anos, ela abandonou a área de esportes e aceitou o convite para trabalhar com Amaury Jr na cobertura de festas e não demorou para migrar para o universo da moda. "Acho que todo mundo deve procurar seu caminho. Não tenho vergonha de dizer que já fui dançarina de axé. Hoje sei o que eu quero e estou investindo nisso."

PÁGINAS :: 1 | 2 | Próxima >>

Copyright © 2008 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS