- Anuncie
- Assine

 
 
 
Teatro // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 







Os Bandidos
A partir do texto de Schiller, Zé Celso faz uma habilidosa costura de referências



Fotos: DIVULGAÇÃO
Encenação de seis horas deixa visível amadurecimento do Teatro Oficina

O AMADURECIMENTO dos espetáculos do Teatro Oficina ao longo dos anos é visível. Em Os Bandidos, que estreou no Festival Porto Alegre em Cena com a duração de seis horas, não há, principalmente no primeiro ato, tempos mortos e os atores, em especial Sylvia Prado, parecem se apropriar com cada vez mais segurança da palavra. José Celso Martinez Corrêa assina uma encenação com predomínio do preto nos figurinos e adereços, mas a parcial ausência de cores não interfere na vibração característica dos trabalhos do Oficina.

O diretor extrai referências diversas a partir da história de irmãos antagônicos na relação estabelecida com o poder. De início, menciona o conflito com o Grupo Silvio Santos. Por se tratar de um texto de Schiller, representativo do pré-romantismo alemão, ecos da dramaturgia de Shakespeare, autor que o Oficina "visitou" por meio de Ham-let, vêm à tona. Há citação de outro texto de Schiller, Mary Stuart, obra que rendeu uma das montagens mais significativas da carreira de Cacilda Becker, atriz evocada pela companhia em Cacilda!. Existem ajustes a serem feitos em Os Bandidos - e, em uma montagem dessa dimensão, dificilmente seria diferente -, mas o resultado sinaliza a conquista de uma crescente precisão. (14 anos)
Daniel Schenker Wajnberg

Oficina - r. Jaceguai, 520, São Paulo, tel. (11) 3106-2818. Até 21/12.


Copyright © 2008 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS