- Anuncie
- Assine

 
 
 
Capa // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 







Inacreditável Torloni
Aos 51 anos, Christiane Torloni permanece imune aos efeitos do tempo, conta como cuida do corpo e da mente e diz que seu maior orgulho é ter sobrevivido aos acontecimentos da vida

TEXTO MACEDO RODRIGUES
FOTOS DANILO BORGES


Pontualíssima, Christiane Torloni chega ao restaurante à beira da piscina de uma academia no Rio. Recém- saída da aula de ioga, surge com cabelos soltos, óculos esculos e cheia de graça. A aula não foi assim tão relaxante. "Todos pensam que é só uma coisa zen, mas a gente fica nas posições mais escalafobéticas. Onde esses caras estavam com a cabeça quando inventaram isso?", diverte-se. Rir de si mesma parece ser seu maior segredo de beleza. Nem quando cai na água praticando windsurf, perde o bom humor. "Me divirto até quando o mastro cai na cabeça. Se não levar uns pontos, acho a maior graça", diz.

A atriz ultrapassou com grande prazer a barreira dos 50 anos. Não pela impressionante beleza que mantém graças aos exercícios e à boa alimentação. Seu maior orgulho, ela diz, é ter sobrevivido a si mesma, aos excessos da juventude e aos acontecimentos da vida. "Hoje, me sinto mais integrada comigo. Não quero ser outra pessoa. Quis ser outra pessoa quando tinha 15 anos, achava todo mundo mais interessante. Esta foi minha única crise de idade", diz. Adepta da filosofia budista, ela dedica à mente e ao espírito o mesmo zelo que tem com o corpo. Christiane é uma mulher que observa tudo a sua volta e não se cansa de admirar o mundo. "Tenho a oportunidade de morar no Rio de Janeiro que, apesar da guerra civil, é essa beleza. E essas coisas inspiram a gente a levar a vida mais bonita também...", diz. Só depois lembra que terá só uma hora para a entrevista e que é preciso começar logo o papo que, felizmente, durou mais de uma hora e meia.

PÁGINAS :: 1 | 2 | 3 | Próxima >>

Copyright © 2008 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS