- Anuncie
- Assine

 
 
 
Música // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 







Donkey
Cansei de Ser Sexy se aprimora em seu segundo álbum

(M.F.)

Fotos: DIVULGAÇÃO
Cansei de Ser Sexy é a banda brasileira mais cultuada no Exterior

NEM OS MUTANTES NEM SEPULTURA. A banda brasileira de maior visibilidade hoje no Exterior é a Cansei de Ser Sexy, formada em 2003 em São Paulo. Tanto que o segundo álbum do grupo, Donkey, teve lançamento mundial pelo prestigiado selo Sub Pop, por onde despontaram nomes como Nirvana. Para quem curtiu o CSS pelo som tosco de seu primeiro álbum, o novo CD vai surpreender. Positiva e negativamente, dependendo do ponto de vista. A banda, que era um hobby de seus integrantes, se aprimorou tecnicamente e apresenta som mais profissional em Donkey. Em contrapartida, foise o clima de exotismo anárquico que, afinal, deu inusitada projeção mundial ao grupo graças ao tráfego virtual de arquivos musicais.

Donkey lança 11 inéditas em tom menos eletrônico e mais roqueiro. A opção por som mais orgânico salta aos ouvidos logo na faixa de abertura, “Jager Yoga”, com seu baixo bem marcado. As guitarras têm mais peso no álbum e soam especialmente altas nas músicas “Rat Is Dead (Rage)” e “I Fly”, mas disputam espaços com os sintetizadores ao longo do disco. Temas como “Left Behind”, “Beautiful Song” e “Air Painter” são pop dançante de ótimo nível e impedem que o flerte do CCS com o rock indie descaracterize sua identidade. Enfim, um bom disco. Inclusive pela evolução dos vocais de Lovefoxx. Resta saber se, ao descartar o clima sujo e amador do início, o grupo vai manter sua aura cult ou se vai ser apenas mais um no vasto universo indie.

 


Copyright © 2008 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS