- Anuncie
- Assine

 
 
 
Livros // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Paulo Borges
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 







Fantasma Sai de Cena
O autor Philip Roth fala de morte e desejo na despedida de seu alter ego

(S.U.I.)

O norte-americano Philip Roth centra seu romance na velhice e suas privações

PHILIP ROTH é o único escritor vivo cuja obra tem sido publicada pela Library of America, uma honraria reservada a monstros sagrados como Jack London e Henry James. Vencedor do Pulitzer por Pastoral Americana, o norte-americano de 75 anos vive num sítio em Connecticut. Não é mera coincidência, portanto, que Nathan Zuckerman, seu alter ego e narrador de Fantasma Sai de Cena (Companhia das Letras, 282 págs., R$ 42), tenha se recolhido no campo e mergulhado na criação literária. Roth reflete sobre a situação política de seu País, mas a questão central é a velhice e suas privações.

Zuckerman retorna a Nova York após uma década, para uma consulta médica. Aos 71 anos, perdeu a próstata, a potência e o controle urinário. A estadia é prolongada pelo reencontro com a companheira de seu ídolo, E. I. Lonoff (provável referência ao amigo e inspirador Saul Bellow, morto em 2005) e o contato com um casal de escritores. A trama esquenta com a presença do biógrafo que planeja revelar um segredo da vida de Lonoff e a paixão de Zuckerman por uma moça 40 anos mais jovem. A proximidade da morte permeara obras anteriores do autor, como Homem Comum e A Marca Humana, mas aqui Roth se aprofunda ao confrontá-la com um desejo sexual ardente, porém platônico. E o faz sem indulgência, com um cinismo cortante. Um belo canto do cisne para Zuckerman. Que não seja também o de seu criador.

 


Copyright © 2008 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff Media Solutions | Gestão de Conteúdo | CMS