- Anuncie
- Assine

 
 
 
 
Gastronomia // Home
 
- Edição Atual
- Anteriores
 
- Imagens
- Frases
- Urgente
- Moda
- Estilo
- Fernanda Barbosa
- Agito
- Aconteceu
- Celebridade
- Reportagens
 
- Cinema
- Música
- Livros
- Teatro
- Gastronomia
- Televisão
 

Atualize-se com a
IstoÉ Gente!




- Fale Conosco
- Expediente
- Anuncie
- Assine
- Loja 3
 







NOVIDADE
Praia na cidade
Com uma mescla da cozinha mediterrânea e brasileira, o St. Tropez de Todos os Santos traz para o Jardins uma boa opção de peixes e frutos do mar

O chef francês Yann Corderón e Isaac Azar, uniram referências para criar o novo restaurante

Leia também

Cinema
Exposição
Música
Livros
Teatro
Internet
Televisão
Gastronomia

Um legítimo restaurante praiano se instalou no coração dos Jardins. Na decoração, todos os elementos estão lá: as paredes de tijolo à vista, o chão rústico, o clima à luz de velas, a rede, os janelões que reforçam a amplitude dada pelo pé direito e até mesmo uma canoa de verdade. No cardápio, a profusão de peixes e frutos do mar que já se esperava.

Mas acontece que este não é para ser o restaurante de uma praia qualquer. Com forte influência da culinária mediterrânea e pitadas generosas de brasilidade, a casa só poderia estar mesmo na zona fictícia existente entre a Riviera Francesa e a Bahia. Daí o imenso nome St. Tropez de Todos os Santos.

Dos mesmos sócios do Azaït e do Paris 6 – ambos localizados na região – o novo restaurante capricha na mistura de referências, e surpreende com criativas e bem-sucedidas reinterpretações. Pontos para a Bouillabaisse (típico caldo de frutos do mar), com pimenta dedo de moça e mandioquinha (R$ 95), para a Garrinchada do Mané -- posta de peixe, sobre purê de mandioquinha e banana grelhada e azeite de canela – (R$ 58), para o casadinho de camarão, que no lugar da farofa ganhou recheio de cuscuz marroquino (R$ 68) e para os ovos nevados com doce de leite e crocante de castanha-do-pará (R$ 17).

“Fizemos uma grande pesquisa dos peixes e pratos do litoral brasileiro e combinamos essas informações com os pratos clássicos do Mediterrâneo”, explica o chef francês Yann Corderón, sócio da casa ao lado de Isaac Azar, e responsável pelo menu. Para a viagem ficar completa, só ficou mesmo faltando a areia e a brisa do mar. Juliana Bianchi

Na versão brasileira, a clássica BOUILLABAISSE GANHA TOQUES DE PIMENTA DEDO DE MOÇA E MANDIOQUINHA
o PEIXE COM PURÊ DE MANDIOQUINHA, BANANA GRELHADA E AZEITE DE CANELA surpreende pela combinação de sabores

 

St. Tropez de Todos os Santos
R. Haddock Lobo, 1.159, Jardins - Tel: (11) 3083-113


Copyright © 2008 - Editora Três Ltda. - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial deste website, em qualquer meio de comunicação, sem prévia autorização.
ContentStuff - Media Solutions